Blog do Roberto Ventura

Jornalista, radialista, Pós-Graduado em Assessoria de Comunicação  e Marketing, Comentarista e Analista Político da Rádio AG em FM.

Por: Roberto Ventura

Ciro Gomes: desequilibrado e arrogante

O destemperado Ciro Gomes

Conhecido por seu temperamento forte, o ex-ministro Ciro Gomes, candidato à Presidência da República, responde a 77 processos no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). Desse total, 70 são ações civis que pedem indenização por dano moral. Ele responde a outros processos por calúnia, injúria e difamação. Esses dados mostram o total desequilíbrio do velho político cearense.

São várias ações contra Ciro, por ataques verbais a diversas pessoas e categorias. Na greve dos policiais no Ceará, em 2012, o destemperado político foi a um programa da TV Diário, e chamou os policiais grevistas de “marginais fardados” aliados a traficantes e covardes”, e foi processado pela categoria.

O ex-governador Cid Gomes, irmão de Ciro, que é um dos seus principais articuladores e chefe da campanha do presidenciável, foi denunciado na delação de Wesley Batista, da JBS, de ter negociado a liberação de créditos de ICMS da empresa Cascavel Couros, do grupo JBS, em troca de doações milionárias à campanha de Camilo Santana ao governo em 2014. O caso está na Justiça Federal do Ceará.

Ciro Gomes foi alvo de uma ação civil pública por improbidade administrativa, proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), alegando haver irregularidades na implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu), quando ele era secretário da Saúde. Entretanto, essa ação foi extinta em 2016 na primeira instância da Justiça Federal porque a Justiça entendeu que não seria de sua competência o julgamento do caso.

Como se não bastasse, as declarações de Ciro são típicas de um psicopata, um desequilibrado com distúrbios mentais que está à solta colocando em risco à integridade física das pessoas.

Criticar as ações do competente e extremamente sério juiz Sérgio Moro, é querer subestimar os brasileiros decentes, honestos e de boa fé. Ao desferir ameaças ao juiz Moro, Ciro Gomes afronta à sociedade brasileira, sobretudo, ao estado democrático de direito.

Um político que tenta a todo custo ganhar visibilidade e se promover atacando e tentando desqualificar um homem que presta um grande serviço ao Brasil e aos brasileiros, e que é reconhecido internacionalmente por suas ações no combate a corrupção, o qual está tentando passar o Brasil a limpo, enfrentando corruptos e colocando atrás das grades esses facínoras que fazem parte de uma poderosa organização criminosa jamais vista neste país, que saqueou os cofres públicos, os quais são defendidos veementemente por Ciro Gomes. Com isso, de maneira equivocada, ele tenta a todo custo atrair para si os holofotes da mídia, atacando o Ministério Público Federal, a Polícia Federal e a Justiça brasileira.

Ele é apontado por várias pessoas como um homem que possui sérios problemas com drogas. Há quem diga que o uso excessivo de drogas possa ser um dos principais responsáveis pelo constante quadro de confusão mental apresentado pelo político em suas explosivas declarações.

Saiu aos socos e pontapés com um repórter que tentara lhe entrevistar e espancou um cidadão porque este simplesmente desejava falar com ele, e só não continuou com a sessão de tortura, porque foi contido por brutamontes chamados de seguranças.

Em entrevista concedida a imprensa, Ciro Gomes, em sua confusão mental, descriminaliza o uso da maconha, critica a polícia brasileira e admite amizades com traficantes.

Um homem com esse perfil e essas qualidades não pode, não tem o direito de falar, criticar as pessoas de bem e honestas desse país, e muito menos comandar essa grande nação chamada Brasil. O ex-ministro, perdeu uma grande oportunidade de ficar calado!

Ciro Gomes

Comentários