Blog do Roberto Ventura

Jornalista, radialista, Pós-Graduado em Assessoria de Comunicação  e Marketing, Comentarista e Analista Político da Rádio AG em FM.

Por: Roberto Ventura

Diante do desgaste do prefeito Areski Freitas, novidades poderão surgir na política palmarina; reuniões e contatos vêm sendo mantidos

Prefeitura de União dos Palmares

Depois das comemorações de final de ano, eis que as atenções se voltam para as eleições municipais.

Contatos, conversas de bastidores, reuniões, encontros, tudo isso vem ocorrendo em diversos locais da cidade e fora dela.

Provavelmente, depois dos festejos carnavalescos teremos novidades em termos de possíveis candidaturas a Prefeitura de União dos Palmares.

Com o desgaste jamais visto na história política de União, onde o governo do prefeito Areski Freitas possui 85% de reprovação popular, várias lideranças começam a se articular no sentido de tentar conquistar a hegemonia da terra da liberdade.

Devido a uma administração nefasta, irresponsável e decadente, sem rumo nem prumo do prefeito Areski,  alguns pretensos candidatos irão pleitear, atráves do voto, o comando da prefeitura palmarina. Tudo isso tem despertado o interesse das velhas raposas políticas, a exemplo do experiente ex-governador Manuel Gomes de Barros, do vice-prefeito José Alfredo e, quem sabe, do incansável, combativo e atuante vereador Ricardo Praxedes que, diga-se de passagem, tem feito um trabalho da mais alta importância, voltado à defesa dos palmarinos e, especificamente dos menos favorecidos.

Diante do quadro político atual, e com a necessidade de se pensar em uma alternativa que possa colocar a terra da liberdade no trilho do desenvolvimento, evidentemente que teremos várias alternativas que serão colocadas ao julgamento popular.

Depois da fracassada administração do inoperante prefeito Beto Baia e da administração caótica do incompetente de Kil Freitas, resta aos eleitores tentar tirar através do voto, União dos Palmares do estado de miserabilidade, do caos e paralisia em que se encontra. Isso poderá acontecer com um candidato experiente, determinado, trabalhador, ou quem sabe com uma alternativa que tenha na sua juventude, força de vontade, coragem de trabalhar e, principalmente, que não possua histórico de corrupção, ou seja, que tenha as mãos limpas e possa encarar o eleitor de frente, de cabeça erguida e que não traga consigo desgaste político e nem pessoal e, evidentemente, tenha a capacidade de fazer o diferente e tirar União dos Palmares das mãos dos políticos viciados e bastante conhecidos.

E, diante deste quadro, poderá surgir nas próximas eleições, uma surpresa agradável, uma novidade na política palmarina, como uma alternativa concreta à sucessão do desgastado prefeito Areski Freitas.

Eleições- União

Comentários