Blog do Tinho

Wellington Silva - Tinho. Professor, Jornalista MTB 1874,   Assessor de Imprensa.

Vamos Subir a Serra: JHC destinou 300 mil reais para projeto que celebra o mês da Consciência Negra

POR: Blog do Tinho
Vamos Subir a Serra
Blog do Tinho

O Deputado Federal por Alagoas, João Henrique Caldas (JHC/PSB), foi um dos parceiros da segunda edição do projeto Vamos Subir a Serra, que teve início na última quarta-feira (14), com o propósito de preparar a comunidade para a subida da Serra da Barriga e envolveu exposições artísticas, apresentações culturais, palestras, mesas redondas e feiras de produtos afro e quilombolas.

JHC destinou emenda no valor de 300 mil reais para a iniciativa, que é idealizada pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô e realizado em parceria com a Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac) e a Fundação Cultural Palmares. O evento aconteceu entre 14 e 19 de novembro em Maceió com parte da programação na Serra da Barriga, em União dos Palmares.

“De forma inédita garanti recursos para um projeto inovador, que dá outra roupagem à nossa história cultural. Este é um mês da Consciência Negra especial, porque além de celebrar uma das mais importantes datas de Alagoas, pude apoiar o projeto VAMOS SUBIR A SERRA. Ano que vem estarei mais uma vez nessa ação e quero torná-la referência nacional”, garantiu JHC.

O Vamos Subir a Serra agregou na programação o tradicional Saurê Palmares, ação realizada pela Fmac desde 2013 em celebração ao Mês da Consciência Negra. Segundo o presidente da Fundação, Vinicius Palmeira, o evento é uma reunião de diversas naturezas para saudar a importância da Serra da Barriga.

Composta por atividades específicas e inovadoras, elaboradas para dar evidência ao episódio histórico da luta pela liberdade no solo sagrado do Quilombo dos Palmares, a segunda edição do Vamos Subir a Serra proporcionou à comunidade local e à sociedade a visão de que o Marco da Consciência Negra, para além de data comemorativa, deve ser um momento de reflexão.

A Serra da Barriga foi declarada patrimônio cultura do Mercosul de 2017. Para o presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira da Silva, Alagoas foi o local onde houve a maior resistência à escravidão do Brasil e abrigou o maior quilombo do mundo, o Quilombo dos Palmares. “O Vamos Subir a Serra é muito importante para que as pessoas conheçam a Serra da Barriga e saibam que aquele lugar é sagrado e é símbolo de resistência dos antepassados dessa sociedade”, destacou.

Missão Maceió-Benin

A programação também contou com a exposição Benigno Benin, do artista visual Francisco Oiticica, um dos sete membros da delegação capitaneada pelo presidente da Fmac, Vinícius Palmeira. O grupo esteve em missão cultural de 10 dias em Benin, país africano localizado às margens do Golfo da Guiné, um dos maiores contribuidores para a formação étnica de Alagoas. Nas palavras do presidente, a exposição está “cheia de vivacidade e das cores do Benin”.

Uma das mesas do Vamos Subir a Serra tratará justamente do relato da viagem, feito pelos membros da delegação. “Será uma apresentação das emoções e das impressões de cada um dos membros da delegação. A intenção é vincular, cada vez mais, Maceió ao Benin”, complementou Vinícius Palmeira.

 

Galeria de Fotos


Consciência Negra JHC União dos Palmares Zumbi

Comentários