Politicando

O objetivo do blog é analisar a conjuntura política na capital e no interior de Alagoas.

IMPUNIDADE

Biu desafia a Justiça Eleitoral e invade tempo de TV de deputados

Despreocupado com as punições, candidato à reeleição para o Senado volta a descumprir a legislação eleitoral e é alvo de nova ação

POR: Politicando
Senador Biu de Lira
Reprodução

Seguir regras e determinações judiciais nunca foi a principal preocupação do senador e candidato à reeleição Benedito de Lira (PP). Nas eleições deste ano, desesperado para manter sua imunidade parlamentar e evitar pelo menos 25 anos de cadeia pelos atos de corrupção pelos quais responde no Supremo Tribunal Federal (STF), Benedito tem jogado no lixo a legislação e tentado diariamente desmoralizar os magistrados que compõem o Tribuna Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL).

Depois de usar o guia eleitoral de outros candidatos para atacar indiretamente seu principal adversário, o senador Renan Calheiros, candidato do MDB à reeleição, na quinta-feira (4), Benedito invadiu o tempo de rádio e TV dos candidatos a deputado federal de sua coligação para veicular, de forma ilegal, as peças da sua propaganda eleitoral. A medida desesperada já se tornou alvo de uma ação contra o senador, impetrada na Justiça Eleitoral.

De acordo com a ação, apresentada pela coligação Avança Mais Alagoas, Benedito de Lira promoveu uma afronta inédita à Justiça Eleitoral alagoana tomando, pela primeira vez na história, todo o tempo destinado aos candidatos nas eleições proporcionais para veicular, no último dia permitido para divulgação do guia eleitoral, a propaganda de um candidato ao Senado.

No entanto, mesmo que seja condenado, a expectativa é de que Benedito de Lira mantenha sua fé na impunidade. Condenado em setembro a tirar do ar o vídeo em que usou outro político para atacar Renan Calheiros, Benedito desafiou a decisão judicial e voltou a veicular a peça no guia eleitoral. O descumprimento da decisão custou uma multa de R$ 500 mil à coligação do senador do PP, que parece não se importar com o custo de sua reeleição, tampouco com os posicionamentos da Justiça Eleitoral alagoana.

Porém, quanto mais se apela - e gasta - para tentar manter seu mandato e sua imunidade parlamentar, mais Benedito de Lira afunda nas pesquisas de intenção de voto. Hoje, o senador amarga a quarta posição em todos os levantamentos realizados em Alagoas e vê, cada vez mais de perto, sua aposentadoria política.

Benedito entende de aposentadoria. Mensalmente, o senador recebe mais de R$ 40 mil em três delas. São R$ 3.465,00 da Câmara de Maceió, R$ 4.817,00 pela aposentadoria como deputado estadual e R$ 33.343,18 como procurador de Estado aposentado. Dessa forma, com o salário de senador, a receita mensal de Benedito com dinheiro público chega a R$ 76.388,18.

Alagoas Biu de Lira Eleições justiça Maceió senado

Veja Também

Comentários