Politicando

O objetivo do blog é analisar a conjuntura política na capital e no interior de Alagoas.

POLITICANDO

Vilã da cultura: deputada Cibele Moura recebe lição de moral nas redes sociais

Artista local disse que intenção da parlamentar é em aparecer na mídia

POR: Politicando
Deputada estadual Cibele Moura é contra artistas alagoanos
Redes sociais

Imaturidade. Está é a palavra que define a deputada estadual Cibele Moura (PSDB) depois de seu posicionamento contra artistas locais. A parlamentar foi duramente criticada pelo segmento artístico do Estado e acabou se tornando a vilã da classe cultural em Alagoas. Ela queria brecar o investimento de R$ 300 mil por parte do governo do Estado no incentivo a ações culturais.

A ideia da secretaria de Cultura de Alagoas era promover lives para contribuir com artistas locais que estão sem trabalhar por causa da pandemia do coronavírus. Transmissões ao vivo seriam realizadas como forma de valorização cultural e entretenimento aos alagoanos.

Talvez a pressa em criticar a gestão do governador Renan Filho (MDB) e o desejo de ter destaque nas redes sociais fizeram com que a deputada estadual mais jovem do Brasil ganhasse a antipatia da classe artística de Alagoas.

O cantor Orlandinho fez um vídeo em defesa da categoria que representa e deu uma verdadeira lição de moral na deputada. “Que vergonha, deputada Cibele Moura. O que você falou foi claramente para aparecer. E outra: não leu o edital. Não ler é o maior pecado do ser humano, principalmente para quem trabalha com política, com o povo”, esbravejou.

Em tom de desabafo, o cantor ainda revelou que tem companheiros passando necessidade. “Muitas pessoas que passaram na minha banda talvez não tenham o que comer, porque não tem outra fonte de renda. Vivem da música”, revelou.

Orlandinho pediu para que a deputada fosse mais humana e continuou criticando a postura da deputada em querer aparecer. Diversos músicos aderiram a campanha contra o posicionamento de Cibele Moura e o assunto virou polêmica nas redes sociais.

Após ver que o tiro saiu pela culatra, Cibele Moura também usou suas redes sociais para dizer que foi mal interpretada e alegou que é preciso endurecer as regras do edital. “Falta o critério de renda”.

Que esta polêmica sirva para que Cibele Moura – que nasceu em berço de ouro – entenda que, quem está passando necessidade, não pode esperar por critérios técnicos. Quem passa fome, precisa de ajuda imediata, e não de discurso bonito para redes sociais.

 

 

artistas Cibele Moura músicos Política

Veja Também

Comentários