Polêmica

Presidente do CSA diz que Caixa Econômica não vai "quebrar" por causa do time

Ministro Paulo Guedes informou que banco pode deixar de aplicar dinheiro em futebol

POR: 7Segundos , Folha de São Paulo
Rafael Tenório, presidente do CSA
Augusto Oliveira/7 Segundos

A declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes de que o dinheiro da Caixa Econômica Federal pode ser melhor aplicado do que patrocinando times de futebol, não agradou os presidentes dos clubes que são patrocinados pela empresa, incluindo o CSA.

“Às vezes, é possível fazer coisas 100 vezes melhores com menos recursos do que gastar com publicidade em times de futebol”, disse Guedes nesta segunda-feira (7), durante a posse do novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

"O ministro pode ficar tranquilo que a Caixa não vai quebrar por causa do CSA”, disse Rafael Tenório, presidente do clube alagoano.

A instituição estatal injetou no futebol R$ 191,7 milhões em 2018, segundo levantamento feito pelo Diário Oficial. Os dados incluem, além dos clubes, patrocínios para os torneios estaduais no Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe, Copa Nordeste e Copa Verde.

Alagoas Caixa CSA patrocínio paulo guedes

Veja Também

Comentários