PROCESSO

Walter processa CSA e cobra R$ 108 mil; clube quer indenização do jogador

CSA busca também na justiça receber R$ 250 mil do atleta

POR: Uol Esportes
Walter, atacante do CSA
Gustavo Henrique/RCortez/Ascom CSA

Em 2018, o atacante Walter participou da campanha do CSA no acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Porém, o camisa 9 entrou na justiça cobrando valores de FGTS e premiação pela conquista da vaga na elite.

Sob os cuidados do advogado Dyego Tavares, Walter pede R$ 108 mil, sendo R$ 100 mil do prêmio do acesso combinado em contrato e R$ 8 mil de Fundo de Garantia atrasados dos meses de novembro de dezembro passados.

"Tivemos uma audiência na manhã da última sexta-feira e não houve acordo. O CSA não quer fazer um acordo por conta do episódio com o funcionário da companhia de luz", disse o advogado.

O próximo passo da ação é aguardar o julgamento do caso na 5ª vara do Trabalho de Maceió, que deve acontecer dentro de 60 dias.

Por outro lado, o CSA busca também na justiça receber R$ 250 mil do atleta por conduta imprópria.

A diretoria alagoana alega que essa cláusula constava no contrato e que o doping e o caso "Eletrobras" (quando o jogador foi preso por sacar uma arma de brinquedo para funcionários da estatal), ativam essa questão.

"A questão "Eletrobras" que o clube alega no processo não tem qualquer relação com o contrato de trabalho do atleta. Foi algo que aconteceu totalmente fora do ambiente de trabalho, sendo que sequer foi firmado contrato de imagem", explicou Dr. Tavares.

CSA Walter

Veja Também

Comentários