Poder de fogo

Marcelo Chamusca quer evolução ofensiva para CRB conquistar o título

Nas últimas quatro partidas, o Galo marcou apenas um gol

POR: Smack Neto, 7 Segundos
Marcelo Chamusca, técnico do CRB
Ascom CRB

O CRB precisa de uma vitória por dois gols de diferença para sair do Rei Pelé no domingo (21) com o título alagoano. Para isso, o técnico Marcelo Chamusca parece já ter detectado um dos principais problemas do Galo: o ataque. Nos últimos quatro jogos, o time marcou apenas um gol. Nesta quinta-feira (18), ele lembrou que a equipe tem de diminuir a inconstância para poder evoluir.

- A oscilação faz parte. O trabalho do treinador é detectar essas inconsistências e trabalhar durante os treinamentos para que os equívocos sejam corrigidos. É análise, confiança e treino no campo. Até porque, nós não temos muito tempo para trabalhar - disse o treinador.

Após sair atrás na decisão, o comandante regatiano sabe que o CSA deve atuar de forma inteligente. Contudo, ele não acredita que o rival vá adotar uma postura totalmente defensiva na decisão.

- Eles alternam entre propor e se retrair. Vão haver alguns momentos em que eles vão entrar no campo da gente e jogar, até porque eles fizeram um grande investimento, são uma equipe de série A. É praticamente impossível uma equipe pressionar os 90 minutos. Estamos trabalhando para melhorar o nosso sistema ofensivo, muito mais do que o ataque, para que a gente possa criar oportunidades. Desde a saída de bola com o goleiro até a fase final da jogada, a gente tem que evoluir.

Na final, o CSA joga pelo empate para conquistar o título. O Galo precisa de uma vitória por dois gols de diferença para se sair campeão ou uma vitória simples para levar a decisão do título para a disputa nas penalidades.

Campeonato Alagoano CRB final Marcelo Chamusca ofensivo problemas

Veja Também

Comentários