Polêmica?

CSA esclarece situação de gratuidades após vídeo de Policial Militar

Vídeo gravado pelo vice-presidente da UPM-AL reclama da limitação das gratuidades para Policiais Militares e Bombeiros

POR: Smack Neto, 7 Segundos
CSA fez acordo com o comando da PM e dos Bombeiros pelas gratuidades nos jogos do clube
Ascom CSA

Em entrevista recente, o presidente do CSA, Rafael Tenório, havia dito que iria combater o que ele chamou de "farra" das gratuidades no Estádio Rei Pelé. Nesta terça-feira (30), o vice-presidente da Uinão dos Policiais Militares e Bombeiros Militares de Alagoas - UPM-AL - gravou um vídeo reclamando da limitação de 500 ingressos para PMs e Bombeiros, fazendo uma comparação com os policiais civis que tem acesso livre para a partida. 

Em contato com a assessoria de imprensa do Azulão, a comunicação do clube informou que foi firmado um acordo com o comandante da Polícia Militar e com o comando do Corpo de Bombeiros para que houvesse essa limitação de 500 ingressos por partida disponibilizados para a corporação, além de ofertar um desconto de 40% aos militares que se interessarem em se associar ao clube.

Em conversa com a reportagem, o superintendente administrativo do Azulão, Hugo Leahy, reafirmou a parceria e explicou que o clube está tentando organizar a situação das gratuidades no Rei Pelé, principalmente com a tendência de aumento de interesse aos jogos devido a presença na Série A.

- A CBF obriga que os clubes tenham uma apólice de seguros aos torcedores, inclusive as cortesias. Esse controle só é feito através dos bilhetes físicos. Nos reunimos com o comando das duas corporações e acordamos a carga de 500 ingressos por partida, que seriam retirados com a RGPM ou RGBM (registros de PMs e dos Bombeiros, respectivamente). Para este jogo mesmo, foram  menos de duzentos ingressos retirados até agora. Quanto a situação dos policiais civis, há uma portaria estadual que eles podem entrar em serviço, porém eles andam a paisana. Se ele estiver de bermuda, chinela, etc, não vai entrar. Mas é muito mais difícil fazer esse tipo de controle. Na semana que vem, teremos uma reunião com o comando da polícia civil. Em breve, também nos reuniremos com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, justamente para ajustar essas situações da gratuidade - afirmou.

O Azulão estreia em casa nesta quarta-feira (1), contra o Palmeiras, no Rei Pelé. A partida, marcada para às 16h, será a primeira de um clube alagoano em Maceió pela Série A do Brasileirão em mais de 20 anos.

 

bombeiros civil cortesias CSA gratuidades ingressos PM Polícia

Veja Também

Comentários