Brasileirão

Botafogo se recupera e vence o Atlético-MG no Engenhão

Fogão conquistou vitória essencial jogando em casa

POR: Terra
Diego Souza comemora o gol do Botafogo
Vítor Silva/BFR

O Botafogo acabou com a sequência negativa no Campeonato Brasileiro, neste domingo, ao vencer por 2 a 1 o Atlético-MG, no Nilton Santos. Com o resultado, os cariocas chegaram a 26 pontos, seguem no meio de tabela e ainda sonham encostar no G-6. Já os mineiros, com 27, acumularam a quarta derrota consecutiva na Série A.

Em um confronto equilibrado, o Botafogo abriu o placar no fim do primeiro tempo com Diego Souza, em pênalti assinalado com auxílio do VAR. No lance, o zagueiro Igor Rabello foi expulso, deixando o Atlético-MG com um homem a menos. Na etapa final os donos da casa decretaram a vitória com gol de Alex Santana. Os visitantes ainda descontaram nos acréscimos, com Di Santo.

Na próxima rodada, o Botafogo terá pela frente o Ceará, em Fortaleza, no sábado. No dia seguinte, o Atlético-MG recebe o Internacional, no Independência

O jogo

O Atlético-MG surpreendeu no início ao ter postura ofensiva, mas viu a zaga do Botafogo não permitir a criação de bons lances de perigo. Os donos da casa não se intimidaram e também buscaram o ataque. Só que a primeira chance de gol aconteceu somente aos 12 minutos, em chute de longe de Cazares.

O duelo seguia em ritmo lento, com muito equilíbrio. O Atlético-MG era mais objetivo e quase abriu o placar aos 25 minutos. Ricardo Oliveira aproveitou cruzamento e cabeceou com perigo. A resposta do Botafogo veio quatro minutos depois. Marcinho chutou cruzado e parou em boa defesa de Wilson.

O lance fez o Botafogo melhorar na partida. Os cariocas passaram a neutralizar os ataques dos mineiros e aproveitaram os espaços para avançar com rapidez. Mesmo assim, o gol dos donos da casa aconteceu somente aos 44 minutos, após intervenção do VAR. Em falta cobrada por Diego Souza, Igor Rabello colocou o braço na bola. Após ver o vídeo, o árbitro Bráulio da Silva Machado assinalou o pênalti, convertido pelo próprio Diego Souza.

Para piorar a situação do Atlético-MG, o defensor do Galo foi expulso no lance do pênalti e deixou a equipe com um homem a menos antes do intervalo.

No segundo tempo, o Botafogo voltou melhor e desperdiçou duas boas chances com Diego Souza e João Paulo. Mesmo em desvantagem numérica, o Atlético-MG seguiu em buscar do gol e quase empatou aos oito minutos. Após cobrança de escanteio, Léo Silva cabeceou na trave.

O Atlético-MG chegou a pressionar pelo empate durante um período, mas viu o Botafogo ampliar aos 20 minutos. Em contra-ataque rápido, Alex Santana foi lançado, entrou na área e chutou para a rede.

Mesmo depois do revés, os mineiros não mudaram a postura e seguiram em busca do gol. Primeiro, Cazares chutou, mas Marcelo Benevenuto apareceu para salvar os cariocas. Em seguida, Réver aproveitou cruzamento para cabecear com perigo. A melhor chance criada pelos visitantes aconteceu aos 31 minutos. Chará recebeu passe na área e, de frente para Diego Cavalieri, mandou sobre o travessão.

Na parte final do jogo, o Botafogo passou a administrar o resultado. No entanto, os donos da casa ainda viram o Atlético-MG descontar nos acréscimos, com Di Santo, para dar números finais no Nilton Santos.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 1 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 8 de setembro de 2019, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

VAR: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)

Renda: R$ 213.474,00

Público: 10.678 pagantes

Cartões amarelos: Fernando, Luiz Fernando e Marcelo Benevenuto (Botafogo); Réver e Fábio Santos (Atlético-MG)

Cartões vermelhos: Igor Rabello (Atlético-MG)

GOLS

BOTAFOGO: Diego Souza, aos 44min do primeiro tempo; Alex Santana, aos 20min do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Di Santo, aos 47min do segundo tempo

BOTAFOGO: Diego Cavalieri, Fernando (Gustavo Bochecha), Marcelo Benevenuto, Joel Carli e Gilson; Cícero, João Paulo (Leo Valencia), Alex Santana e Marcinho; Diego Souza (Vinícius Tanque) e Luiz Fernando

Técnico: Eduardo Barroca

ATLÉTICO-MG: Wilson, Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair (José Welison), Elias, Vinícius, Cazares e Chará (Di Santo); Ricardo Oliveira (Leonardo Silva)

Técnico: Rodrigo Santana

Atlético-MG Botafogo brasileirão

Veja Também

Comentários