Brasileirão

Sem calculadora: goleiro do CSA quer equipe pensando somente em vencer

Para João Carlos, não é correto estabelecer a ideia de margem mínima para evitar a degola, mas sim mirar a vitória em todos os compromissos restantes

POR: Terra
João Carlos acertou com o Azulão
Ascom/CSA

Tentando aparentemente tirar um pouco da pressão que existe atualmente no CSA por seguir dentro da zona de rebaixamento no Brasileirão (18° lugar com 29 pontos, quatro a menos do que o Cruzeiro, 16°), o goleiro João Carlos prefere analisar a situação do time alagoano de forma onde a prioridade não seja fazer contas, mas sim vencer os jogos e "ver o que acontece".

Para ele, não adianta fazer a especulação de uma margem de pontos, mas sim sempre se concentrar em vencer todas as partidas que ainda restam.

- Teremos mais vinte e quatro pontos a disputar. Temos que errar o mínimo possível agora. Não vamos ficar pensando em pontuação mínima para escapar. Temos que vencer os jogos que faltam. Vamos lutar para fazer a nossa parte - analisou o jogador de 31 anos de idade.

- O grupo vem se dedicando muito para crescer de produção nesta reta final de temporada para terminar bem o ano, com o CSA garantido na Série A para 2020. Nossa briga será muito grande para que esse objetivo seja conquistado. Estamos fazendo o máximo por isso. Confiamos que a equipe pode se salvar nestas próximas semanas - agregou.

O próximo desafio do Azulão do Mutange na elite do futebol nacional é dos mais ásperos indo até Porto Alegre jogar contra o Grêmio na quinta-feira (7) às 21h (horário de Brasília).

brasileirão CSA Grêmio João Carlos

Veja Também

Comentários