Brasileirão

CSA vence o Cruzeiro no Mineirão e segue vivo no Brasileirão

Gol de Alan Costa garante a vitória do Azulão

POR: Smack Neto , 7 Segundos
Alan Costa celebra gol do CSA no Mineirão
GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O CSA conquistou um grande resultado na noite desta quinta-feira. A vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0 no Mineirão foi crucial para manter o Azulão vivo no Brasileirão, já que uma derrota significaria o rebaixamento matemático. Com o resultado, o CSA chegou aos 32 pontos e está 5 pontos atrás do Ceará, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Agora, o Azulão foca suas forças no duelo contra o Bahia, no domingo (1), em casa.

 

O jogo

 

Cruzeiro e CSA mantiveram o nível de futebol apresentado em boa parte da competição. Debaixo de chuva em Belo Horizonte, os dois times fizeram um primeiro tempo abaixo da média, com muito pouca emoção.

A partida foi desenhada com o Cruzeiro ficando muito mais com a bola, mas sendo inefetivo na criação. Os mineiros se limitaram a chutes de fora da área e a única boa chance em jogada construída veio na tabela de Pedro Rocha com Fred, onde o atacante chutou pra fora. Mas foi o Azulão que surpreendeu e saiu na frente do marcador. Aos 44 do primeiro tempo, Jonathan Gómez bateu escanteio, Nilton cabeceou bem e obrigou Fábio a fazer uma grande defesa. No rebote, Alan Costa, livre, empurrou para o fundo das redes. O gol foi o último lance importante da primeira etapa, que terminou com vaias da torcida celeste aos donos da casa.

No segundo tempo, a pressão Cruzeirense aumentou. Os jogadores do Azulão se retraíram ainda mais e praticamente não conseguiram atacar. A única oportunidade veio numa falta batida por Jonathan Gómez, onde a defesa cruzeirense bateu cabeça, Apodi disputou no alto e a bola acabou acertando a trave. O Cruzeiro martelou bastante, mas não conseguia penetrar a defesa do Azulão. Mas num lance despretensioso aos 18 minutos do segundo tempo, Pedro Rocha invadiu a área, cortou pro fundo e acabou sendo calçado por Alan Costa. Após revisão do VAR, o árbitro assinalou a penalidade. Na cobrança Thiago Neves bateu pra fora, calando o Mineirão.

Após o lance, o desespero dos mineiros aumentou. Mesmo desorganizado, o Cruzeiro manteve a pressão até o final, mas o Azulão resistiu bravamente até o apito final.

brasileirão cruzeiro CSA

Veja Também

Comentários