CSA deixa o Mutange após quase 100 anos de história

Azulão concluiu a mudança na última segunda-feira (30)

POR: Smack Neto, 7 Segundos
CSA irá sair da sua sede histórica no Mutange
Felipe Nyland/ Gazeta de Alagoas

Após vários dias realizando um trabalho gradual, o CSA concluiu a sua mudança do Mutange. Agora, o Azulão tem uma casa provisória para o desenvolvimento das suas atividades: o estádio Nelson Peixoto Feijó, na Via Expressa. O presidente Rafael Tenório, em entrevista ao portal Globoesporte.com, confirmou a informação.

- Nós entregamos ontem (segunda) o CT Gustavo Paiva, em definitivo. Conseguimos tirar tudo o que nós precisávamos, ficando algumas coisas, mas a confirmação é 100%. CSA saiu em definitivo do Mutange - confirmou o dirigente.

O dirigente falou qual o sentimento que fica depois de o CSA ocupar o CT Gustavo Paiva por quase um século. Foram 97 anos no Mutange.

- Sentimento é de tristeza. Mas como nós já estamos nessa luta há cerca de cinco meses, nós já choramos, esperneamos, nos abraçamos... Agora é uma nova vida. É como essa pandemia que está assolando o mundo. Nós temos que esperar passar para voltar à normalidade. A mesma coisa é em relação ao CSA. É um ciclo que se encerrou e que agora teremos que ter uma vida nova, nos transferindo para o Nelson Feijó e, futuramente, para o nosso CT. O sentimento é de saudosismo. Já passou, agora é cuidar da vida. Fazer parte só da história que o CSA passou quase um século lá no Mutange - disse.

O clube fechou acordo de indenização com a Braskem, empresa mineradora que explora sal-gema no bairro. Tenório informou que, em razão de uma cláusula de confidencialidade, não pode divulgar os valores. Segundo matéria publicada no portal Uol Esportes, o valor da indenização ultrapassa os 9 milhões de Reais.

 

CSA Despedida mudança Mutange

Veja Também

Comentários