Boxe

Coronavírus: Popó coloca cinturão mundial em leilão para juntar fundos

Engajado em ações de auxílio a pessoas durante crise motivada pela COVID-19, em Salvador, ex-pugilista baiano oferece cinturão de 2002; Primeiro lance é de R$ 20 mil

POR: Terra
Popó recebeu apoio nas redes sociais após falar sobre relação com o filho
Luis Fernando Coutinho

A luta de Acelino 'Popó' Freitas, desta vez, é contra o coronavírus. O tetracampeão mundial de boxe publicou um vídeo, neste sábado, em que anuncia o leilão de um de seus cinturões a fim de levantar fundos para doações durante a pandemia. O lance inicial é de R$ 20 mil.

O cinturão é da categoria superpenas da Associação Mundial de Boxe, conquistado pelo ex-pugilista baiano após vitória sobre o cubano Joel Casamayor, em 2002. O brasileiro venceu duelo por pontos após 12 assaltos diante de grande público, em Las Vegas.

- É com muito carinho que eu estou fazendo o leilão deste cinturão para pessoas que têm boa condição financeira. Para a gente poder comprar mais cestas básicas. Conto com sua ajuda. Não é para mim. É para todos - declarou Popó.

Aos 44 anos, o ex-lutador tem mostrado postura ativa no auxílio de pessoas mais vulneráveis e de baixa renda ao longo da crise decorrente da COVID-19, especialmente em Salvador, capital da Bahia, onde vive.

 

Boxe cinturão Coronavírus leilão Popó

Veja Também

Comentários