Série B

Presidente do CRB se posiciona a favor de jogos com portões fechados

Marcos Barbosa entende que após autorização das autoridades, o futebol pode recomeçar sem público

POR: Smack Neto, 7 Segundos
Marcos Barbosa fica no CRB até 2020
Ascom/CRB

Mesmo sem previsão, os dirigentes responsáveis pelo futebol já começam a pensar em formas de retomar as competições assim que as autoridades sanitárias liberarem. Em entrevista ao Globoesporte.com, o presidente do CRB, Marcos Barbosa, deu sua opinião sobre o tema. O mandatário alvirrubro defendeu o retorno das competições com medidas emergenciais.

- Eu acho que [as competições] devem retomar, primeiro, com portões fechados. E de acordo com o que vai acontecendo, as medidas vão sendo tomadas. Outra medida que, de repente, pode ser adotada é o afastamento de pessoas dentro do estádio. Dessa forma, os clubes ficam com a obrigação de fiscalizar essas medidas. Acredito que assim o prejuízo é menor - disse o presidente.

Perguntado se a realização das partidas com portões fechados não causaria ainda mais prejuízo financeiro, Barbosa disse que, pensando no todo, não.

- Acredito que pior é o clube não jogar, porque terá mais prejuízo no futuro. Porque se você joga, tenta arrumar patrocinador para bancar a realização do jogo. Veja só, por exemplo: um jogo sendo transmitido pela TV já abre a possibilidade de você ir em busca de uma marca pra estampar na camisa do clube. Tudo isso é negócio. Eu acho melhor levar prejuízo dentro do jogo do que ficar sem receber nada, sem condição de pagar aos atletas e, no futuro, ser cobrado na Justiça -  concluiu.

O Galo segue em férias coletivas até o dia 20 de abril. O clube ainda não anunciou medidas para após este período. 

 

CRB Marcos Barbosa presidente

Veja Também

Comentários