Galeria Gamma

Exposição em preto e branco revela belezas da Lagoa Mundaú

?Mundaú?, individual do fotógrafo Roberto Fernandes entra em cartaz nesta quinta-feira (11), na Galeria Gamma

POR: Redação com assessoria
Exposição em preto e branco revela belezas da Lagoa Mundaú
Assessoria

A brincadeira dos meninos transformadas em saltos fenomenais, paisagens, cenas do cotidiano dos pescadores, rendeiras, marisqueiros e o reflexo das águas em comunhão com as nuvens poderão ser conferidos a partir desta quinta-feira (11), em “Mundaú”, primeira individual do fotógrafo Roberto Fernandes, que acontece na Galeria Gamma até 20 de setembro. A curadoria é do artista plástico Rogério Gomes.

Na mostra, combinação de registro documental com memória afetiva, a Lagoa Mundaú se torna o tema, o motivo e o assunto para apontar questões de engajamento sociopolítico, ecológico e antropológico. É possível também entender a distância e a proximidade entre percepção e ação, experiência estética e processo reflexivo, intensificando o principio, segundo o qual, acontecimentos específicos pontuais no contexto afetado, encerra concepção muito particular, mas contém rebatimento universal: Todas as faces da matéria encontram-se mutuamente relacionadas, independente da latitude onde possam ocorrer. Essa observação atenta, propicia a descoberta sobre a existência de múltiplos sistemas interagindo na natureza, agindo de modo processual, provenientes de relações inicialmente indispensáveis.

“Lembro a primeira vez em que meus pés tocaram a Lagoa Mundaú. Uma mistura de ansiedade, curiosidade, medo e incrível sensação de liberdade mesclavam meus sentimentos ao cruzar suas águas a bordo da embarcação que meu pai usava para visitá-la nos finais de semana... O tempo foi passando, Já não visitava mais aquele paraíso. Um dia, porém, a lagoa surge como tema de um projeto fotográfico; documentar seu povo, hábitos, a paisagens... Voltei a frequentar o bairro do Pontal, ver sua gente, seu trabalho, seus hábitos, enfim, seu modo de vida”, recorda Fernandes.

“A luz que encontrei lá ainda era exatamente a mesma que vi quando criança, o nascer e o por do sol mais lindos e iluminando tudo aquilo, inclusive os manguezais. Os reflexos irrequietos espalhando águas claras, permaneceram a minha espera durante todos os anos. As sensações também não haviam mudado. Revivi ansiedade, a curiosidade, entendi o sentimento de liberdade e, definitivamente, me livrei do medo de entrar nas águas do Mundaú”.

Roberto Fernandes

O maceioense Roberto Fernandes cursou ciências da computação na Universidade Federal de Alagoas e Direito no Centro de Estudos Superiores de Maceió (Cesmac), somente aos 30 anos descobriu a fotografia como uma forma de estudo e descoberta da expressão humana e sua interação com o ambiente em que vive. Realiza um trabalho fotográfico que prioriza o documentarismo levando em consideração aspectos sociais, econômicos e antropológicos dos objetos de pesquisa. Trabalha em vários projetos fotográficos autorais, e na qualidade de fotógrafo, retrata a realidade inserida sob o contexto iconográfico das imagens.

Fernandes já teve trabalhos expostos no projeto “Vozes do Velho Chico” (2015), realizado pelo Instituto Boibumbarte de Cultura e pela Pousada Trilha do Velho Chico; em “ALas” (2016), junto com os artistas Enio Lins, Léo Villanova, Joaquim Prado e Felipe Camelo; e nas coletivas internacionais: "Art To the World" (França, 2016) e "Art of de Word", (Roma, 2016).

Serviço

Exposição “Mundaú”

Lançamento: quinta-feira, dia 11, às 19h30.

Período: 11 agosto a 20 de setembro de 2016.

Local: Galeria Gamma - Avenida Luiz Ramalho de Castro, Nº 899, Jatiúca

Visitação: segunda a sexta, das 14h às 19h; e aos sábados, às 09h às 13 horas

Mais informações: (82) 3377 3979 | (82) 99920 6033.

Galeria de Fotos


exposição fotografia Galeria Gamma Maceió

Comentários