SSP apresentou

Autor de triplo homicídio revela detalhes do crime que chocou a cidade do Pilar; veja vídeo

José Ailton foi apresentado na tarde desta sexta (10), em coletiva à imprensa, na sede da SSP

POR: 7 Segundos
Polícia prende mais um envolvido na chacina do Pilar
Marcos Kromos/ 7 Segundos

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) apresentou, na tarde desta sexta-feira (10), o autor material que tirou a vida de uma adolescente grávida, uma criança de dois anos e uma mulher, na cidade do Pilar, Região Metropolitana de Maceió, no dia 1º de fevereiro. José Ailton da Silva, 23, foi preso após um trabalho conjunto entre integrantes de forças policias na localidade.  

Em depoimento à polícia, o acusado relatou que sua irmã, identificada como Sandra, foi morta por traficantes na noite anterior a chacina e que a adolescente Daiane da Silva, que estava grávida de três meses, teria contribuído para o homicídio de Sandra. O delegado do 23º DP, José Carlos, informou durante a coletiva que o acusado não teve a intenção de assassinar a criança. José Ailton foi preso nos fundos da residência de um suspeito de tráfico de drogas.

O crime

Uma adolescente grávida, uma criança de dois anos e uma mulher foram assassinadas dentro da própria residência, localizada no Pilar, por bandidos armados, na madrugada desta quarta-feira, dia 1º de fevereiro. No dia do crime, a Polícia Civil deflagrou uma operação e prendeu quatro suspeitos de participar do crime. 

De acordo com as primeiras informações, na noite anterior ao crime, um homicídio de uma jovem foi registrado no conjunto Rubens Canuto. A suspeita é de que a vítima era irmã de um traficante identificado como “José”, que é um indivíduo que comanda o tráfico em uma localidade conhecida como “Rua do Forno”. Após o assassinato, um triplo homicídio ocorreu na mesma cidade.

A adolescente de 17 anos, que estava grávida de três meses, foi morta com disparos de arma de fogo, além do filho dela de apenas dois anos e mãe da menor, que não teve a identidade revelada. Eles foram mortos dentro de uma residência e os outros moradores da família, que também estavam dentro do imóvel, conseguiu fugir pulando o muro da casa.

As primeiras investigações dão conta de que todas as mortes estão interligadas. Os crimes teriam sido cometidos por membros de uma organização criminosa.

Veja vídeo:

 

Galeria de Fotos


Pilar Polícia triplo homicídio

Veja Também

Comentários