Em Maceió

Conselho aprova reajuste, e população pode pagar mais caro por tarifa de ônibus na capital

POR: Ascom SMTT
Tarifas sofreram reajuste
Reprodução/ Internet

A passagem de ônibus coletivos urbanos de Maceió pode ser de R$ 3,50, caso seja aprovado pelo prefeito Rui Palmeira. É que, em reunião extraordinária, o Conselho Municipal de Transportes aprovou o reajuste na manhã desta quinta-feira (23). Antes, o valor proposto pelas empresas de ônibus concessionárias do sistema de transporte era de R$ 3,75.

 “Durante este período que antecedeu a reunião do Conselho, técnicos chegaram à conclusão que o valor de R$ 3,50 da passagem atende ao equilíbrio econômico financeiro. Infelizmente, ainda não é o que queríamos, visto a atual realidade de recessão que o país vive. Mas foi abaixo do que as empresas concessionárias propuseram”, ressaltou o presidente do Conselho Municipal de Transportes e superintendente da SMTT, Antonio Moura.

Para fins de reajuste da tarifa de remuneração, é aplicada a fórmula do índice de reajuste composta pela Variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); Variação do preço de óleo diesel para grandes consumidores; Variação do Índice de Preços ao Produtor Amplo/Disponibilidade Interna IPA-DI e Índice de Preço ao Consumidor. IPC –Br/Di.

Outras cidades

Outras capitais já tiveram reajuste na tarifa de ônibus este ano. BH saltou de R$ 3,70 para R$ 4,05. Em Brasília (DF), a passagem de ônibus passou a custar R$ 3,50. Na capital paulista, a prefeitura congelou os atuais R$ 3,80, mas o transporte de integração entre os ônibus municipais e trilhos (metrô e CPTM) teve reajuste de R$ 5,92 para R$ 6,80, um aumento de 14,8%. Em Curitiba/PR, a passagem passou a ser R$ 4,25.

Na Região Nordeste, os valores também sofreram reajustes. Em Recife (PE) passou de R$ 2,80 (anel A) para R$ 3,20 e de R$ 3,85 para R$ 4,40 (anel B); Em Fortaleza/CE, passou de R$ 2,75 para R$ 3,20; Teresina (PI): de R$ 2,75 para R$ 3,30; Salvador (BA): de R$ 3,30 para R$ 3,60; João Pessoa (PB): de R$ 3,00 para R$ 3,20; Nas demais capitais nordestinas o reajuste tarifário está em discussão.

Investimentos no transporte coletivo

Para a melhoria do sistema de transporte em Maceió, a Prefeitura realizou investimentos, como a implantação da faixa azul para ônibus, reforma de terminais, instalação e recuperação de pontos de ônibus, implantação de aplicativos para acompanhamento em tempo real dos ônibus coletivos, modernização do sistema com a aquisição de 95 novos ônibus pelas empresas concessionárias, mais acessibilidade a cadeirantes nos novos ônibus, inserção de mais itinerários ligando conjuntos e bairros, fiscalização do transporte clandestino e a integração temporal que oferece a disponibilidade de pagamento de uma única passagem ao embarcar em mais de um ônibus no período de 1h30.

“A SMTT também vem fazendo a sua parte no que compete à fiscalização da operacionalidade do transporte público coletivo cobrando das empresas concessionárias uma maior prestação de serviço à população. Prova disso são as advertências realizadas após conhecimento de reclamações pelo serviço do 118 do órgao que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h”, ressalta o superintendente da SMTT.

aprova capital Conselho Maceió ônibus reajuste tarifa

Veja Também

Comentários