Decisão da Justiça

Preso cabo da PM acusado de matar irmãos e forjar cena do crime

POR: 7 Segundos
Jovens foram mortos em uma suposta troca de tiros
Reprodução/ Internet

O cabo da Polícia Militar, Johnerson Simões Marcelino teve a prisão decretada pelo juiz Geraldo Amorim, titular da 9ª Vara Criminal da Capital e se encontra recolhido no Presídio Militar. O PM é acusado de homicídio doloso e duplamente qualificado contra os irmãos Josivaldo Ferreira Aleixo e Josenildo Ferreira Aleixo. Além destes, contra ele há homicídio culposo contra o pedreiro Reinaldo da Silva Ferreira. Todos os assassinatos ocorreram no conjunto Village Campestre, no Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió, em março do ano passado.

Policiais envolvidos em morte de irmãos são ouvidos no Code

Reprodução simulada das mortes de irmãos e pedreiro é realizada sem a participação dos policiais

Em fevereiro deste ano, o Ministério Público Estadual, por meio da 49ª Promotoria de Justiça da Capital, denunciou o cabo da PM pelos crimes. A ação foi ajuizada pelo promotor de justiça José Antônio Malta Marques.

De acordo com o MPE, Johnerson juntamente com o soldado Stallaiken Costa Lima, deverá responder por fraude processual, porque os dois implantaram armas e munições entre os pertences das vítimas para incriminá-las, de acordo com o órgão.

Homicídio doloso: MPE/AL denuncia cabo da PM acusado de assassinar irmãos

Entenda o caso

Uma suposta troca de tiros deixou dois irmãos mortos e dois militares feridos no conjunto Village Campestre, em Maceió, na noite do dia 25 de março de 2016, uma sexta-feira. A família dos jovens contesta a versão policial e afirma que as vítimas tinham problemas mentais e que a abordagem dos militares no momento do suposto crime precisa ser investigada.

A Polícia Militar, no entanto, garantiu, na época, que a abordagem foi feita dentro da normalidade e que os irmãos foram mortos porque reagiram às diligências.

acusado cena crime forjar irmãos Maceió matar PM preso Village Campestre

Veja Também

Comentários