justiça

Júri de acusado de matar torcedor do CRB é suspenso pela segunda vez

Julgamento foi suspenso por motivos de saúde do juiz John Silas; nova data para o júri ainda será marcada

POR: Assessoria TJ/AL
Tribunal de Justiça de Alagoas
Dicom/TJ

O júri popular de Al Unser Ayslan Silva do Nascimento, acusado de matar Jonathan Daniel dos Santos após uma partida de futebol entre CRB e América de Natal, que aconteceria na manhã desta terça-feira (11) na 8ª Vara Criminal, foi suspenso, por motivos de saúde do juiz John Silas da Silva, responsável por conduzir o julgamento, ainda sem nova data para acontecer.

Crime

O júri suspenso levaria a julgamento, por homicídio duplamente qualificado, o réu Al Unser Ayslan Silva do Nascimento, acusado de matar Jonathan Daniel dos Santos após uma partida de futebol entre CRB e América de Natal, no Estádio Rei Pelé, em Maceió

De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), no dia 7 de julho de 2012, por volta das 20h, houve confusão entre as torcidas dos dois times e Jonathan, que era torcedor do CRB, acabou baleado. Ainda segundo o MP/AL, o disparo foi efetuado por Al Unser Ayslan, integrante da torcida organizada do América de Natal, chamada “Máfia Vermelha”.

Em fevereiro de 2014, o réu foi julgado e condenado a 20 anos e nove meses de prisão. A defesa, no entanto, ingressou com apelação no Tribunal de Justiça pedindo a anulação do júri devido à ausência de mídia gravada na respectiva sessão. O recurso foi provido pelo TJ/AL, que determinou a realização de um novo julgamento.

acusado de matar torcedor CRB juri TJ

Veja Também

Comentários