Vetada

Músicas que reproduzem violência serão evitadas no Carnaval de cidade alagoana

Coreografias e letras que façam apologia a violência

POR: 7segundos
Jojo Todynho
Imagem: Mariana Pekin/UOL

A música ‘Que tiro foi esse?”, interpretada pela funkeira Jojo Todynho, viralizou na internet nas últimas semanas. As pessoas entraram na brincadeira e gravaram vídeos nas redes sociais, simulando o ‘tiro’ levado na música.

Mas, nem todos levaram a canção na brincadeira. Temendo qualquer desconforto na hora da folia, a Policia Militar (PM) da cidade fez uma lista com alguns hits com apologia a violência.

A música “Que tiro foi esse”, que estourou nas radio está entre as musicas citadas na relação.

A comissão é constituída pela Prefeitura, pela Polícia Militar, e pelos dirigentes dos blocos da cidade. Em reunião na Secretaria de Cultura de Joaquim Gomes, comandada pelo secretário Sandoval Gomes, na última quarta (31), foi elaborado um documento que direcionava as prefeituras a orientar as bandas e atrações artísticas para que se abstenham de executar musicas com letras e/ou coreografia que façam apologia a violência, especialmente contra a mulher ou tenham conteúdo sexual explicito.

Os dirigentes colocaram ainda outras regras, como proibição do uso de vasilhames de vidro e pedido de cuidado com espetos de churrasco. Sobre o repertório, a reunião decidiu por não permitir nenhuma música de apologia ‘à violência’ e à ‘desvalorização da mulher’.

Alagoas Carnaval 2018 funk Joaquim Gomes Polêmica proibição que tiro foi esse

Veja Também

Comentários