sem declaração

Maceió teve mais de 7 mil MEIs cancelados na Receita Federal; no Estado são mais de 15 mil

Segundo levantamento da Receita Federal, em todo o País, a Receita cancelou 1.372.246 CNPJs.

POR: Redação
Receita Federal
Divulgação

Mais de 15 mil empreendedores individuais (MEIs) de Alagoas tiveram o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) cancelados na Receita Federal e deixarão de contar com benefícios como crédito especial nos bancos, conquistar a aposentadoria por idade ou por invalidez e receber auxílio-doença ou salário-maternidade.

De acordo com a Receita Federal, o cancelamento aconteceu porque os empreendedores deixaram de transmitir a declaração anual do Simples Nacional e não fizeram o recolhimento tributário ao Fisco.

Alagoas foi oitavo estado brasileiro que mais cancelou CNPJ de microempreendedores individuais. Maceió lidera o ranking de cancelamentos, com 7.622 cadastros. Em seguida aparecem Arapiraca (1.148), Rio Largo (516), Penedo (481) e União dos Palmares (371).

Esses municípios contabilizaram 10.138 MEI cancelados, o que corresponde a cerca de 67% do total de cancelamentos no Estado. Os outros 5.020 MEIs cancelados foram distribuídos entre os demais municípios alagoanos.

Segundo levantamento da Receita Federal, em todo o País, a Receita cancelou 1.372.246 CNPJs.

Alagoas cancelamento Maceió MEIs Receita Federal

Veja Também

Comentários