fatalidade

Morre freira que foi processada por Katy Perry

Catherine Rose Holzman tinha 89 anos e faleceu dentro do tribunal

POR: Diario de Pernambuco
A batalha judicial era sobre a compra de um convento.
ABC e Twitter/Reprodução

Morreu aos 89 anos a freira Catherine Rose Holzman, que estava sendo processada pela cantora norte-americana Katy Perry. A artista pretendia comprar um convento que já não era mais propriedade das freiras desde 2011. No entanto, as religiosas pretendiam vendê-lo para uma empresária, por um valor maior que o oferecido por Katy. Como elas tinham sido despejadas pela arquidiocese de Los Angeles e não detinham o direito de vender a propriedade, a cantora deu entrada em um processo contra as irmãs. Em entrevista ao canal Fox 11 nesta sexta-feira (9), Holzman disse: "Katy Perry, por favor, pare. Isso não está fazendo bem a ninguém". Logo depois, durante uma audiência, a freira entrou em colapso e não resistiu. 

A arquidiocese da cidade divulgou uma nota lamentando a morte. "A irmã Catherine Rose serviu a Igreja com dedicação e amor por muitos anos. Hoje, nós lembramos de sua vida com gratidão e dedicamos nossas orações à comunidade do Coração Imaculado de Maria e a todos os seus amigos e entes queridos", disse o arcebispo José H. Gomez através do comunicado. Gomez acrescentou que ofereceu uma missa para "o repouso de sua alma". 

A instituição religiosa concordou em vender o convento para Perry por US$ 14,5 milhões. Por outro lado, a empresária Dana Hollister ofereceu US$ 15,5 milhões, despertando o interesse das freiras. Hollister pretendia abrir um hotel butique no local. Em dezembro de 2017, a justiça determinou que Katy recebesse US$ 5 milhões por danos morais. A cantora não se pronunciou sobre o ocorrido.
 

Freira katy perry Los Angeles Tribunal

Veja Também

Comentários