Pesar

TJ/AL lamenta morte da desembargadora aposentada Nelma Padilha

POR: Assessoria e 7Segundos
Nelma Padilha
Assessoria

A desembargadora aposentada Nelma Padilha faleceu neste sábado, em Maceió, em decorrência de câncer. Ela se aposentou em agosto de 2012, depois de 36 anos de atividade judicante. O sepultamento será realizado neste domingo, às 14h, no Campo Santo Parque das Flores, em Maceió.

“Nelma fez história ao ser a primeira mulher a conquistar o cargo de juíza em Alagoas. Exerceu suas atividades com muita qualidade e honradez. Deu imensa contribuição ao Judiciário alagoano”, comentou o desembargador Otávio Praxedes, presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL)

A desembargadora foi a primeira mulher de Alagoas a conquistar o cargo de juiz de Direito, exercendo a judicatura a partir de junho de 1976, na Comarca de Porto de Pedras, onde permaneceu até 1978, passando pelas comarcas de Paulo Jacinto, Piaçabuçu, Pão de açúcar, Palmeira dos Índios e Pilar.

Chegou à 3ª entrância em dezembro de 1992. Em 2009, pelo critério de antiguidade, ascendeu ao Tribunal de Justiça de Alagoas, como desembargadora. Foi empossada no cargo de vice-presidente da Corte alagoana em 2 de fevereiro de 2011, assumindo também a presidência da Seção Especializada Cível.

Alagoas desembargadora justiça Maceió Nelma Padilha

Veja Também

Comentários