no clima bom

Acusado de matar padrasto de amigo é absolvido em júri popular

Jurados acolheram a tese de negativa de autoria; réu teve a prisão preventiva revogada após o julgamento

POR: Ascom/TJ-AL
Acusado de matar padrasto de amigo é absolvido em júri popular
Reprodução

O Tribunal do Júri da 7ª Vara Criminal da Capital  acolheu a tese de negativa de autoria e absolveu, nesta quinta-feira (16), o réu Williames Pereira Alves, conhecido como ''Minho''. Ele tinha sido acusado de assassinar Silvânio Cordeiro dos Santos em novembro de 2012, no bairro do Clima Bom, em Maceió. O julgamento foi conduzido pelo juiz Sóstenes Alex Costa de Andrade, que revogou a prisão preventiva do réu.

De acordo com a denúncia, Williames Pereira e Aldair Alves, que está foragido, teriam assassinado Silvânio Cordeiro a tiros, porque um ano antes ele havia ameaçado de morte, com uma arma de fogo, seu enteado, Erivelton Vilela da Silva, amigo dos acusados. A vítima e Erivelton se desentendiam constantemente, porque o enteado não aceitava o namoro de sua mãe com a vítima. Ainda segundo a acusação, Willames teria dito na comunidade, aproximadamente dez dias antes do crime, que mataria Silvânio.

7ª Vara Criminal de Maceió Julgamento Tribunal de Justiça

Veja Também

Comentários