Fim

Militares aceitam proposta e encerram mobilização

A reposição salarial ficou em 12%, sendo 5% em novembro de 2019, 5% em novembro de 2020 e 2% em junho de 2021

POR: 7Segundos, Assessoria
Militares reunidos em assembleia nesta quarta-feira (23)
Assessoria

Após diversas reuniões, finalmente os militares decidiram aceitar a proposta de reajuste salarial do Estado. A decisão foi tomada durante assembleia da categoria na tarde desta quarta-feira (23).

A reposição salarial ficou em 12%, sendo 5% em novembro de 2019, 5% em novembro de 2020 e 2% em junho de 2021. Além disso, categoria conseguiu garantia total das reposições inflacionárias (IPCA); manutenção da promoção por tempo de serviço na próxima gestão e a extinção da promoção por critério de escolha.

Os militares também conseguiram mudança do critério de ingresso no CFO para nível superior na graduação de Direito para PMAL e qualquer curso superior para o CBMAL, a partir de 2020, seguindo a tendência dos militares estaduais em nível nacional.

Efetivação das promoções por tempo de serviço que estão paradas na SEPLAG, bem como o cumprimento imediato das decisões judiciais das sentenças de mérito já proferidas pelos juízos da fazenda pública do Estado as quais estão paradas no gabinete civil.

Na lista das conquistas ainda estão os reajustes na verba de alimentação, de uniforme para sargentos e oficiais, gratificações das unidades  e especializadas.

Com isso a Operação Padrão termina e os batalhões voltam ao seu funcionamento normal.

fim militares paralisação proposta

Veja Também

Comentários