Decisão

França supera Bélgica e está na final da Copa do Mundo em busca do bicampeonato

Com gol de Umtiti após cobrança de escanteio, a França derrotou a Bélgica por 1 a 0 e garantiu a primeira vaga na final da Copa do Mundo

POR: iG
Bélgica x França Umtiti
Divulgação FIFA

O jogo mal tinha começado e a Bélgica já tinha assumido o controle da partida e encurralado a França no seu campo de defesa. A primeira chance saiu aos 5 minutos. Hazard recebeu na esquerda ganhou de Pavard na velocidade e cruzou rasteiro para a entrada da pequena área. Lukaku chegava sozinho, mas Umtiti se antecipou, afastou de canela e quase mandou para o próprio gol.

A resposta da França veio sete minutos depois. Pogba roubou a bolo perto do meio de campo e deu grande lançamento para Mbappe. O jovem atacante ganha de Vertonghen na velocidade, mas Courtois sau bem do gol para abafar nos pés do camisa 10 e segurar a bola.

Dois minutos depois, quase que a Bélgica abre o placar com Hazard. O meia tabelou com De Bruyne e recebeu com muito espaço na ponta da área. Chutando cruzado, o atleta buscou o ângulo de Lloris, mas a bola saiu raspando a trave e foi para a linha de fundo.

Enquanto a Bélgica chegava trocando passes até criar as melhores chances, a França apostava na velocidade dos contra-ataques e nas finalizações de longa distância. Aos 17 minutos, Matuidi recebeu na entrada da área e arriscou, mas Courtois defendeu em dois tempos e evitou o gol. 

Aos 21 minutos veio mais um milagre de Lloris, talvez a defesa mais importante da partida.  Depois de rebote em cobrança de escanteio, Alderweireld girou na marcação e arriscou de perna esquerda. Lloris voou no canto direito e fez uma defesa sensacional.

Depois dos 20 minutos de partida, o jogo ficou meio morno. Com os dois times tentando girar a bola e evitar o desgante com corridas desnecessárias, a França só voltou a criar alguma oportunidade aos 33 minutos.

Griezmann teve espaço pelo meio e deu belo naçamento por cima para Mbappe. O jovem atacante tocou de primeira para dentro da área. No entanto, Girou demorou na hora de se movimentar e deixou o zagueiro alcança-lo. Na hora do chute, teve que se esticar todo, não pegou bem na bola e mandou sem perigo algum para Courtois.

Nos lances seguntes, foi a vez do goleiro da Bélgica trabalhar. Mbappé cortou para o meio em boa jogada individual e deixou Pavard sozinho dentro da área. O lateral tentou finalizar cruzado, mas Courtoisse esticou para ocupar a maior parte do gol possível e fez uma linda defesa com o calcanhar do pé direito.

A Bélgica ainda teve uma última chance de ir para o intervalo com a vantagem no placar. Já nos acréscimos, De Bruyne cruzou na área, Umtiti tentou fazer um corte e apenas encostou de leve na bola. O desvio do zagueiro foi suficiente para atrapalhar Lukaku, que viu a bola bater na lateral do seu corpo, mas não fez o domínio dentro da pequena área.

Na volta do intervalo, a França aproveitou o forte da seleção belga para usar contra eles. Depois de cobrança de escanteio, Umtiti se antecipou a Fellaini na primeira trave e cabeceou no alto. Courtois até chegou a encostar na bola, mas a finalização foi à queima roupa e o goleiro não conseguiu fazer a defesa.

A Bélgica sentiu o golpe. Ficou muito tempo sem consegiu acertar bons passes e caiu na pressão francesa. Aos 11 minutos,  Mbappé recebeu perto da meia lua e pensou muito rápido: com um toque de letra incrível, deixou Giroud sozinho dentro da área, mas o atacante foi travaldo na hora de finalizar e desperdiçou uma grande assistência.

A primeira boa chance de empate da Bélgixca veio apenas aos 19 minutos. De Bruyne encontrou Mertens na direita. O ponta que tinha acabado de entrar, levantou na área para Fellaini. O gigante cabeludo ganhou no alto, mas mandou para fora, ao lado do gol de Lloris.

Enquanto a partida ia se ancaminhando para o final, a Bélgica se lançava mais ao ataque e deixava o campo de defesa aberto para ataques em velocidade. Com Griezmann e Mbappe arrancando, os defensores belgas apelavam para faltas no intuito de não deixar o ataque francês com liberdade ofensiva.

Aos 35 minutos, Hazard recebeu a bola pela esquerda, veio levando para o meio e recebeu uma trombada de Varane. A bola foi rolando para trás e Witsel chegou arriscando de primeira e mandou uma bomba. Lloris caiu para fazer a defesa e mandou o perigo para longe da sua meta.

Mesmo com seis minutos de acréscimos, a Bélgica não foi criativa, se limitou a passar grande parte do segundo tempo apenas cruzando bola na área e não conseguiu nenhuma boa chance de empatar a partida. Pelo outro lado, a França se limitou a se defender e ainda tiveram duas grandes chances de decidir o placar.

Aos 48 minutos, Griezmann apareceu sozinho na entrada da área, recebeu bom passe, mas chutou muito fraco. Courtois não teve muito trabalho para cair e segurar a bola. No minuto final, foi a vez de Tolisso receber na frente do goleiro, mas novamente o arqueiro fez bela defesa para impedir o segundo gol fancês.

Com o resultado, a França é a primeira seleção garantida na final da Copa do Mundo. A equipe francesa agora espera o vencedor de Croácia e Inglaterra, que se enfrentam amanhã as 15 horas (horário de Brasília) para conhecer seu adversário do próximo domingo. A Bélgica irá disputar o terceiro lugar contra o perdedor da partida de quarta-feira.

bélgica classificação Copa do Mundo França

Veja Também

Comentários