Pop Art

Artista alagoano participa de um dos maiores festivais de contracultura do mundo

A cada edição do festival, mais de 80 mil pessoas se reúnem durante dez dias para vivenciar a experiência de conhecer diversas cultura

POR: Assessoria
Alagoano será destaque em festival internacional
Assessoria

A arte contemporânea, cheia de traços únicos e marcantes do artista plástico alagoano Lucas Lamenha, vai invadir um dos maiores festivais de arte do mundo, o Burning Man, que acontece de 26 de agosto a 4 de setembro, no deserto de Nevada, Estados Unidos.

A cada edição do festival, mais de 80 mil pessoas se reúnem durante dez dias para vivenciar a experiência de conhecer diversas culturas, tipo de artes diferentes, inovação, música e contracultura. Uma verdadeira cidade é montada no meio do deserto, e artistas de várias partes do mundo levam seus trabalhos para expor.

Nesta edição de 2018, Lucas Lamenha será o nome do Brasil dentro do Camp Favela, o espaço criado por brasileiros que vivem na California, e que representa o Brasil dentro do evento. Além da exposição solo do artista alagoano, o Camp Favela vai contar com uma ação inédita do Google, com a apresentação de um produto inovador para experiências de realidade virtual.

“Esta é uma grande oportunidade de levar a arte brasileira para fora em um lugar que se transforma para receber arte. É um dos eventos mais revolucionários e autênticos do mundo, e é um grande privilégio expor no Burning Man e colocar o nome de Alagoas no meio de grandes artistas e influenciadores”, explica o artista plástico.

Para a exposição foram criadas 13 novas peças exclusivas e novos caminhos foram testados dentro do estilo do artista, tornando a exposição ainda mais experimental e inovadora. Também é possível observar em todas as obras o conceito e os valores do festival, como respeito ao próximo, paz, sustentabilidade. Além disso, Lucas manteve a técnica do Storytelling, contando por meio da pintura a história do Festival, contada através de referências que vão desde o seu fundador até o mundo cada vez mais mecânico no qual estamos vivemos, fazendo um link com o tema do Burning Man deste ano, que é "I, Robot".

Nascido em Maceió, Lucas Lamenha aponta no cenário nacional e internacional como um promissor e original artista contemporâneo, tendo realizado, mesmo com pouco tempo de carreira, exposições e projetos em grandes centros, como Londres, NY, Milão, Miami e São Paulo.

O Burning Man é realizado desde 1986 no deserto de Black Rock, estado de Nevada, nos Estados Unidos, e tem como objetivo amplificar as relações entre os seres humanos das formas mais variadas, dando ênfase à arte e aos talentos que cada indivíduo tem e pode compartilhar para que as vidas das outras pessoas sejam melhores.

alagoano artista contracultura exposição festival

Veja Também

Comentários