VIOLÊNCIA

Mulher é agredida por eleitores de Bolsonaro após declarar voto em outro candidato em Maceió

Ela afirmou que irá registrar o Boletim de Ocorrência o quanto antes

POR: 7Segundos
Ela afirmou que irá registrar o Boletim de Ocorrência o quanto antes
Divulgação

Uma mulher identificada como Julyana Rezende Ramos Paiva  foi agredida com um soco no rosto após declarar voto a um candidato a presidente da República na manhã deste domingo (07), próximo a Escola Municipal Padre Pinho, no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

A vítima relatou que estava caminhando para seu local de votação quando um carro ocupado por três pessoas, dois homens e uma mulher, parou e grupo perguntou em qual candidato a mulher votaria. Ao declarar seu voto, contrário ao do trio, a mulher contou que os autores da agressão desceram do carro e a agrediram com socos e chutes.

“Com certeza terão outras vítimas... Foi tudo muito rápido. Eu estava indo votar porque eu sou fiscal no bairro de Jacarecica e foi justamente nesse momento que a agressão aconteceu”, desabafou Julyana.

Ainda segundo a vítima, a delegacia do bairro estava fechada, o que resultou ainda no impedimento do registro de um Boletim de Ocorrência (BO) contra o caso. Ela afirmou que insistirá e vai registrar o fato o quanto antes.

Polícia Política

Veja Também

Comentários