Mãe também era agredida

Segue grave o estado de saúde de criança estuprada por padrasto

POR: 7Segundos
HGE
Reprodução/ Internet

Segue grave o estado de saúde de criança de três anos que teria sido estuprada pelo padrastro, preso na última quinta-feira (4), no Hospital Geral do Estado (HGE), após exames médicos apontarem o abuso.

Segundo informações de familiares ao Conselho Tutelar, os abusos já eram conhecidos e  tanto a criança quanto a mãe eram vítimas da violência de Clayton Silva de Souza, 19 anos, que costumava espancar as vítimas. 

A avó materna da criança, que cuidava da garota, após ficar sob o cuidado do padrasto, a criança se queixava de dores nas partes íntimas e não deixava que ninguém a tocasse durante o banho.

A menor de idade continua entubada e sedada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do HGE.

Caso

A criança, de apenas três anos de idade teria sido socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para a unidade de saúde na última quinta-feira (4), com um quadro de trauma cranioencefálico, e durante exame, os médicos constaram uma ruptura no órgão genital e também no ânus da menor de idade.

O padrasto da garota, que a acompanhava no HGE, foi preso no local, e a família, que mora na cidade de Messias, foi notificada pelo Conselho Tutelar, já que a mãe da criança não tinha conhecimento do internamento da filha.

3 anos de idade agressão criança enteada estupro HGE Messias padrasto

Veja Também

Comentários