Crimes eleitorais

Segundo SSP, número de crimes eleitorais cai 32,8% nas eleições de 2018

Grande queda foi registrada em relação a 2016

POR: 7Segundos
Coronel Lima Júnior
Marcos Kromos/ 7 Segundos

Nessa quinta-feira (11) o resultado das ocorrências registradas durante o primeiro turno das eleições do primeiro turno de 2018 em Alagoas foram divulgadas pelo Núcleo de Estatísticas da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas.

Os dados apresentam que houve uma diminuição de 32,8% em comparado ao ano de 2016. Dez pessoas foram presas em flagrante por cometerem crimes eleitorais no interior do Estado.

No total, foram atendidas 45 ocorrências em referência a crimes eleitorais, a maior parte delas foi pela prática de boca de urna com 27 ocorrências e também por transporte, concentração de eleitores e fornecimento de alimentação, que também configura crime, somando 6 ocorrências.

Outros crimes registrados foram o de desobediência, compra de voto e desordem, que adicionam 12 ocorrências.

Segundo os dados, a maior quantidade de ocorrências foi registrada na região do Agreste e Baixo São Francisco (15), seguida pelo Sertão (12) e Zona Mista e Litoral Norte (11).

O número de ocorrências diminuiu em comparação com o ano de 2016, quando foram realizadas em todo o país as eleições municipais.

Foram 65 ocorrências em 2016 e 45 em 2018. Nos casos de prisão em flagrante, das dez ocorrências, sete foram por boca de urna e ocorreram nas cidades de Canapi, São Sebastião, Girau do Ponciano, Branquinha e Cajueiro; 2 por compra de voto em Murici e Limoeiro e um por desobediência eleitoral em Porto Calvo.

O Comandante da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio disse que a polícia já está preparando o plano para o segundo turno. 

Alagoas Crimes Eleitorais eleições 2018 estatísticas SSP

Veja Também

Comentários