Atendimento

Uncisal cria espaço para crianças com a síndrome congênita do Zika vírus

O espaço foi inaugurado na quinta-feira (18) e foi construído com apoio de órgãos e voluntários

POR: 7Segundos, com assessoria
“Espaço Família”, conta com estrutura para quem busca atendimento voltado para crianças portadoras da síndrome congênita do Zika vírus
Divulgação/João Paulo Alves

Um espaço voltado para crianças portadoras da síndrome congênita do Zika vírus foi inaugurado pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), na quinta-feira (18). O local, chamado de “Espaço Família”, conta com estrutura para quem busca atendimento no Centro Especializado em Reabilitação IV (CER IV), que é vinculado à instituição.

Possibilitar um ponto de apoio para pais que buscam atendimento especializado na universidade. O local conta com sofá, poltrona para amamentação, é a proposta do espaço, segundo o reitor da Uncisal, professor Henrique Costa.

Embora recém-inaugurado, o espaço deverá ser ampliado em breve, quando um processo licitatório for concluído, foi o que garantiu o reitor da Uncisal. A ampliação vai incluir a construção de um banheiro exclusivo para os pacientes, no qual seja possível, inclusive, que os pais banhem seus filhos enquanto aguardam o horário de suas consultas médicas.

“A ideia é gerar mais conforto para os pais e para as crianças. Nós recebemos um número elevado de pacientes que vêm do interior do estado, ou até mesmo de bairros distantes da capital, e que passavam muitas horas em atendimento de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional. Com o Espaço Família, nós vamos proporcionar um local adequado e prestar um melhor serviço”, explicou Henrique Costa.

A construção do Espaço Família contou com a colaboração da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e com a doação de voluntários. A iniciativa atende a uma demanda da Associação das Famílias de Anjos do Estado de Alagoas, que reúne mães de portadores da síndrome congênita do Zika vírus.

A Uncisal é referência no atendimento a crianças com microcefalia em Alagoas. Por meio do Centro Especializado em Reabilitação (CER), a instituição oferece serviços de fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional a pacientes diagnosticados com a síndrome.

CER Espaço Família Maceió sefaz Uncisal zica vírus

Veja Também

Comentários