'Não tem nada decidido', diz Moro, que já está no Rio para se reunir com Bolsonaro

Juiz deve aceitar convite para asssumir 'superministério' da Justiça

POR: O Globo
Juiz Sergio Moro durante voo para o Rio
Reprodução TV Globo

O juiz federal Sergio Morodesembarcou na manhã desta quinta-feira no Aeroporto Santos Dumont, no Rio, para o encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). 

O magistrado receberá o convite formal para comandar o " superministério " da Justiça , que deverá englobar a Segurança Pública, a Controladoria-Geral da União e e órgãos de controle e transparência da gestão.

O avião que trouxe o juiz da Lava-Jato pousou às 7h25.  Moro saiu sem falar com a imprensa e seguiu em um carro da Polícia Federal direto para a casa de Bolsonaro, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

O general Hamilton Mourão, vice-presidente eleito, também estará na reunião. A aproximação de Bolsonaro com o juiz foi feita pelo economista Paulo Guedes, ainda durante a campanha eleitoral . O encontro com Guedes teria ocorrido antes da votação em segundo turno.

"Estou indo lá para conversar, não tem nada decidido. Ainda vai haver a conversa", afirmou o magistrado ao portal G1.

Caso aceite o convite para ser ministro, Moro ficará encarregado de comandar a Polícia Federal, que conduziu as investigações anticorrupção com o Ministério Público Federal.

Como GLOBO revelou durante a semana, Sergio Moro disse ter ficado honrado com a citação ao seu nome, e que o convite passaria por "discussão e reflexão" .

Desde a ocasião do encontro, que ocorreu na última semana, antes das eleições, Moro conversou com colegas na Justiça e também com integrantes da força-tarefa Lava-Jato sobre a hipótese de aceitar o convite. O foco principal do novo ministério será o combate ao crime organizado e à lavagem de dinheiro.

Bolsonaro Moro

Veja Também

Comentários