Rio de Janeiro

Mulher é executada por criticar traficantes em rede social

POR: ISTOÉ
Mulher é executada por criticar traficantes em rede social
Reprodução

Helen Alves de Oliveira foi executada no Complexo do Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro, após desagradar um traficante do local com uma postagem em uma rede social. O Ministério Público já solicitou a prisão dos envolvidos. As informações são do G1.

A jovem publicou, em fevereiro deste ano, que um traficante armado em um ponto de venda de drogas assume o risco de morrer em confronto com policiais. Dias depois, ela foi espancada, torturada e esquartejada por traficantes do Complexo do Caju, onde ela morava. O corpo de Helen ainda foi queimado, dificultando a identificação.

O traficante Luiz Alberto Santos de Moura, conhecido como Bob do Caju, é considerado o mandante do crime de acordo com investigações da Polícia Civil e do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. Outras seis pessoas foram denunciadas por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima, além de ocultação de cadáver.

 

Brasil crime execução rede social rio de janeiro

Veja Também

Comentários