INQUÉRITO CONCLUÍDO

Presa suspeita de matar namorado envenenado por chumbinho

Stefanny Raiane cometeu o crime porque a vítima queria terminar o relacionamento

POR: 7Segundos
Rafael José Calheiros
Reprodução/Redes Sociais

Foi presa, na manhã desta quinta-feira (13), a jovem suspeita de matar o namorado Rafael José Calheiros dos Santos, de 21 anos, envenenado por chumbinho em uma residência localizada no bairro Benedito Bentes, na parte alta de Maceió, em novembro de 2018. Em depoimento ao delegado Ronilson Medeiros, da Delegacia de Homicídios da Capital, Stefanny Raiane Santos Vieira, de 21, negou as acusações.

Segundo o delegado, a jovem matou Rafael por não aceitar o fim do relacionamento. “Stefanny tomou conhecimento de que Rafael queria terminar o namoro, pois ele estava recebendo mensagens via Facebook de que ela estava traindo-o. Ele contou para ela sobre a situação e ela e armou o envenenamento", informou.

O delegado também apontou outros indícios que comprovam que a jovem foi a responsável pelo envenenamento. “Ela esteve um dia antes dele ser envenenado na casa dele, deixou o achocolatado na casa e não apareceu mais. Ela também não o visitou nos dias em que ele esteve no hospital. Ela nega participação, mas fica sem resposta para algumas perguntas que a gente faz”, afirmou Ronilson.

A prisão preventiva da jovem foi decretada pela juíza Isabelle Coutinho Sampaio, da 5ª Vara Criminal de Maceió. Para o delegado responsável pelas investigações o caso está concluído.

O crime

Rafael José morreu por envenenamento, no dia 24 de novembro do ano passado, no Hospital Geral do Estado (HGE), após ficar internado por quase 10 dias. Ele passou mal depois de tomar um achocolatado feito supostamente pela ex-namorada. À época, a mãe do jovem afirmou que encontrou chumbinho - um tipo de veneno de rato - na lixeira da casa. O material foi levado para perícia e ficou comprovado que se tratava de veneno.

Benedito Bentes chumbinho envenenamento namorado Prisão

Veja Também

Comentários