sem solução

Audiência debate transferências no Pinheiro e bairros vizinhos

Vereadores e Deputados questionaram como ocorreria essa mudança

POR: Marcos Filipe Sousa
Participantes da audiência pública em Brasília
Reprodução/YouTube

Após a divulgação de informações do diretor de Hidrologia e Gestão Territorial da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, a audiência pública em Brasília nesta quinta-feira (21) que trata sobre o bairro do Pinheiro, ganhou outro rumo.

De acordo com Antônio Carlos Bacelar Nunes a problema pode chegar as comunidades circunvizinhas do Pinheiro. Foi quando os vereadores de Maceió e os deputados federais trataram da possível transferência e pagamento do aluguel social para as famílias.

“A área vermelha dobrou. Não existe hoje, para CPRM área amarela ou laranja. Está tudo vermelho. Temos que trabalhar agora para que toda a população da área de vulnerabilidade seja retirada de lá”, disse o coordenador da Defesa Civil Estadual, Major Moisés 

O vereador Chico Filho foi um dos que tocaram no ponto. “Fica o questionamento de como fazer o êxodo dessas pessoas. Maceió não tem suporte para isso”.

Rodrigo Cunha sugeriu uma atualização das áreas de risco para acelerar os processos de desocupação e pagamento do aluguel social.

Uma das preocupações do secretário da Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, é que outras pessoas não ocupem as áreas que poderão ser desocupadas. "Precisamos isolar essas localidades".

audiência pública Bebedouro Mutange Pinheiro

Veja Também

Comentários