RACHADURAS

MP se reúne com moradores do Mutange e Bebedouro para discutir reivindicações

Eles pedem a instalação de um gabinete de crises, isenção do IPTU, entre outros

POR: 7Segundos
Reunião de representantes do Mutange e Bebedouro com promotores do MPEAL
Assessoria

Representantes das associações dos moradores dos bairros Mutange e Bebedouro, em Maceió, foram recebidos pelos promotores Antônio Malta Marques, Jorge Dória, Adriano Jorge e Jomar Amorim, no Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça (Caop) do Ministério Público (MPEAL), na manhã desta segunda-feira (25), para discutir um pacote de reinvidicações. 

Os moradores cobram ações do poder público nos bairros que foram inseridos nas áreas de risco. Entre elas,  a isenção do  Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), indenização por danos morais, revisão de benefícios, liberação de precatórios e a instalação de um gabinete unificado de crises para atender os moradores das localidades afetadas pelas rachaduras.

"Nós precisamos que o Ministério Público juntamente com o Tribunal de Justiça chamem as autoridades municipais, estaduais e federais para que a gente some todos os esforços em prol das comunidades que estão, principalmente, nas áreas de encostas e barreiras", afirmou Antônio Sabino, diretor de Formação e Política Comunitária da Fundação das Associações de Moradores e Entidades Comunitárias de Alagoas (Famecal).

De acordo com o promotor Antônio Malta Marques - que está a frente dos trabalhos no bairro do Pinheiro - as ações concretas devem ser estendidas aos bairros do Bebedouro e Mutange. Ele afirmou ainda que aguarda que a prefeitura municipal retire os moradores das áreas prejudicadas antes do início da quadra chuvosa. "Estamos lutando para que a prefeitura desocupe o bairro, para que a gente possa ficar tranquilo", disse.

Bebedouro MP Mutange Pinheiro reunião

Veja Também

Comentários