É amanhã

Exposição de artesanato feito com mão de obra carcerária no sistema prisional retorna na Ponta Verde

População poderá adquirir peças produzidas por reeducandas em stand montado na “Rua Fechada”

POR: 7Segundos com Assessoria
A exposição acontece neste domingo (28)
Assessoria

O artesanato produzido pelas reeducandas no sistema prisional, por meio de oficinas da Fábrica de Esperança da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), ganha cada vez mais espaço nos cenários local e nacional. Como forma de aproximar a comunidade dessa expressão de arte, a Seris retorna com a exposição, aos domingos, das peças na orla de Ponta Verde, na conhecida "Rua fechada".

Neste domingo (28), o stand da Fábrica de Esperança estará, a partir das 9h, em trecho da Avenida Silvio Vianna, levando novidades em peças de filé, tenerife, marcenaria em madeira, decoupagem, entre outras. Os produtos são confeccionados com extrema qualidade pelas mãos habilidosas das reeducandas, qualificadas e acompanhadas por monitores nas oficinas. 

Ao comprar uma peça, além de adquirir um produto de qualidade, a população vai colaborar com o trabalho de ressocialização desenvolvido pela Seris em Alagoas, incentivando a prática profissional das custodiadas. No estado, o setor responsável por sistematizar esse programa é a Fábrica de Esperança, desenvolvido já há 13 anos.

Oportunamente, a Seris também lançará a nova marca da Fábrica de Esperança. Mais moderna e colorida, a identidade visual foi inspirada no trabalho desenvolvido nas oficinas e reflete o espírito de empreendedorismo e inovação das ações ressocializadoras.

Serviço

Retorno da exposição da Fábrica de Esperança na orla de Ponta Verde 
Quando: domingo, 28 de abril 
Horário: 9h

Galeria de Fotos


artesanato exposição Seris

Veja Também

Comentários