Aedes Aegypti

Maceió registra aumento de 31,5% nos casos de dengue em 2019

Foram 25 casos de dengue com sinal de alarme e 3 casos de dengue grave. Dados são do começo de maio.

POR: 7Segundos
Maior incidência de casos acontece na parte alta de Maceió.
Reprodução

De acordo com informações do Boletim Epidemiológico nº19, Maceió já registrou 25 casos de dengue com sinal de alarme e 3 casos de dengue grave em 2019, havendo um aumento de 31,5% de casos em relação ao mesmo período de 2018. Os dados são de 11 de maio.

Durante o mesmo período do ano de 2018, foram registrados 19 casos de dengue com sinais de alarme e 6 casos de dengue grave. Foram 9 óbitos suspeitos de dengue, mas nenhum confirmado.

A maior incidência dos casos de dengue se mostra no Centro e nos bairros de Fernão Velho e Rio Novo, na parte alta da capital. Houveram cinco suspeitas de morte causada pela dengue, mas nenhum dos casos foi confirmado.

No mesmo período do ano de 2018, foram registrados 19 casos de dengue com sinais de alarme e 6 casos de dengue grave. Foram 9 óbitos suspeitos de dengue, mas nenhum confirmado.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que o município realiza ações de prevenção à dengue, entre elas: participação no Comitê Municipal de Combate ao Aedes Aegypti; investigação dos casos graves e óbitos suspeitos de arboviroses; atualização do Plano Municipal de Combate às Arboviroses; supervisão nos principais hospitais do município; monitoramento dos casos notificados de arboviroses; agendamento com o Laboratório Central de Alagoas (LACEN/AL) para a disponibilização de testes rápidos e visitas domiciliares regulares dos agentes de endemias, além do atendimento de denúncias (locais abandonados que representem risco, por exemplo).

Aedes Aegypti dengue Maceió

Veja Também

Comentários