POCNEJO

Filho de Solimões faz ''modão'' gay: "Negava o sertanejo por não me enxergar"

Com bênção do pai, Gabeu canta sobre amor rural de dois homens em 1ª música

POR: Correio Braziliense
Gabeu lançou o single "Amor Rural" em maio
Reprodução

Gabeu, filho do cantor Solimões, lançou, na sexta-feira (24/5), a música Amor rural, que desafia o machismo predominante do sertanejo. Seguindo os passos do pai, o cantor de 21 anos estreou a carreira musical a partir deste single.

Quebrando os paradigmas do gênero musical, Gabeu colocou a cara a tapa e criou uma nova vertente do ritmo, cunhando o termo "pocnejo" (se referindo ao termo ‘poc’, que faz referência a um gay afeminado). O filho de Solimões é gay assumido e a canção Amor rural narra a vida de um casal que ainda não se assumiu.

A música é cheia de rimas e melodias, e ao mesmo tempo bem-humorada. O refrão do single é embalado pelo trecho: “Vamos assumir o nosso amor rural/Sai desse armário e vem pro meu curral/Como nós, nunca se viu/Duas potranca no cio/Num cruzamento adoidado”. Gabeu escreveu a letra com seu namorado.

Nas redes sociais, o cantor agradeceu o carinho do público. “Estou muito feliz que vocês estão recebendo muito bem esse meu primeiro trabalho e que vocês compraram a ideia. Muito obrigado, vocês são incríveis. #AmorRural”, postou no Instagram. O clipe já conta com mais de 232 mil visualizações no Youtube.

Depois da explosão do "feminejo" de Marília Mendonça, Maiara e Maraísa e outras, seria o "pocnejo" a próxima tendência?

Gabeu Pocnejo sertanejo Solimões

Veja Também

Comentários