novela

MPF pede aluguel social para população de áreas de maior risco

Órgão pede que os poderes públicos tenham mais atenção para essas localidades do Pinheiro, Mutange e Bebedouro

POR: 7Segundos com Assessoria
Sede do MPF em Alagoas
Ascom MPF/AL

O Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas, por meio do Grupo de Trabalho para o Caso Pinheiro, Mutange e Bebedouro, expediu recomendação para a Prefeitura de Maceió e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, a fim de ampliar o aluguel social ou ajuda humanitária destinados às vítimas.

A decisão foi tomada após a divulgação do Mapa de Setorização de Danos e de Linhas de Ações Prioritárias, na última sexta-feira (07). O MPF recomenda que as autoridades adotem todas as providências necessárias para garantir a concessão de aluguel social/emergencial para os moradores da área já alagada, no Mutange, denominada “III – Setor 02 de Criticidade 00”, no mapa divulgado.

O órgão também orienta que sejam adotadas todas as providências necessárias para garantir a concessão de aluguel social para os moradores das áreas do Pinheiro – área de fraturamento intenso –, denominada “I – Setor 0 de Criticidade 00” e das áreas de encosta do Mutange e Jardim Alagoas, denominada “II – Setor 01 de Criticidade 00”.

aluguel Bebedouro MPF Mutange Pinheiro Social

Veja Também

Comentários