novela

Neymar chega à delegacia para prestar depoimento em caso de suposto estupro

A defesa confirmou na sexta-feira da semana passada que o atacante estava disposto a falar à Polícia Civil

POR: UOL
Neymar chega à delegacia para depor sobre acusação de estupro
AMAURI NEHN/BRAZIL NEWS

Neymar chegou às 15h15 de hoje (13) para prestar depoimento sobre a acusação de estupro contra ele por Najila Trindade. O jogador chegou de jatinho ao Aeroporto de Congonhas e seguiu de carro, escoltado, para a 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, no bairro de Santo Amaro, zona sul de São Paulo.

A rua da delegacia foi interditada para a chegada da estrela do futebol e fãs e jornalistas acompanharam tudo de um local delimitado. Neymar desceu do carro no estacionamento do 11º Distrito Policial, que fica no mesmo terreno, passou por dentro do prédio e foi de muletas até a delegacia da mulher. O atleta permaneceu de cabeça baixa no percurso. A delegada que lidera o inquérito Juliana Bussacos esperou o jogador na porta.

No prédio onde ocorre o depoimento a partir de 16h ficarão apenas pessoas ligadas à investigação. Após a entrada do jogador, o Grupo de Operações Especiais (GOE) ficou em frente à delegacia, onde curiosos gritavam "Neymar, Neymar".

A defesa confirmou na sexta-feira da semana passada que o atacante estava disposto a falar à Polícia Civil. Hoje de manhã, uma advogada dele esteve na delegacia carregando rolos de papel pardo. As janelas e a porta de vidro da delegacia foram envelopadas.

Neymar chegou sob forte esquema de segurança. A delegacia foi isolada e as pessoas não puderam passar da calçada. A imprensa teve o acesso ao prédio da delegacia limitado por grades. Helicópteros de emissoras de televisão acompanharam a aproximação do carro que transportava o atleta.

Não há previsão para duração do depoimento. Neymar será questionado sobre os fatos ocorridos nos dois dias em que Najila Trindade esteve num hotel de Paris, 15 e 16 de maio. Até agora, o jogador se manifestou somente em um vídeo publicado no Instagram em 2 de junho. A publicação, que continha fotos do corpo de Najila, foi deletada pela própria rede social por desrespeitar as normas e rendeu a Neymar um processo por vazamento das imagens íntimas.

Ele deu depoimento sobre o vazamento das imagens no Rio de Janeiro. Durante a fala sobre este caso, Neymar afirmou que foram dois assessores que fizeram o vídeo. O pai de Neymar vê este inquérito como problema menor e declarou que prefere o filho respondendo a um crime de internet que ser suspeito de estupro.

Caso Delegacia depoimento estupro Neymar

Veja Também

Comentários