Solenidade

Rui Palmeira participa do lançamento da 9ª Bienal do Livro

Bienal será realizada de 1º a 10 de novembro, no bairro do Jaraguá

POR: Secom Maceió
Prefeito Rui Palmeira participa do lançamento da 9ª Bienal do Livro
Marco Antonio/Secom Maceió

Nesta segunda-feira (17), a Associação Comercial de Maceió foi palco do lançamento da 9º Bienal Internacional do Livro de Alagoas. O evento é uma realização da Universidade Federal, por meio da Editora Universitária (Edufal), terá o tema Livro Aberto – Literatura, Liberdade e Autonomia e será realizado de 1º a 10 de novembro, no bairro do Jaraguá, em Maceió. O lançamento contou com a presença do prefeito da capital, Rui Palmeira.

“Este ano, a Bienal estará mais conectada à nossa cidade. E vai acontecer em vários espaços do histórico bairro do Jaraguá. Tenho certeza que será uma grande Bienal, sempre como apoio da Prefeitura de Maceió. Nossos estudantes da rede municipal estarão presentes e vamos continuar com o projeto do Vale Livro. Um estímulo à leitura dos pequenos. A Bienal é uma oportunidade que os alagoanos têm de conhecer os autores da nossa terra. Temos muita gente boa fazendo literatura em nosso Estado. Claro, sem esquecer os clássicos”, comentou o prefeito Rui Palmeira.

Para o presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural, Vinícius Palmeira, a Bienal é um evento que engrandece a cultura de Maceió e de Alagoas. “O evento vai acontecer nas ruas do Jaraguá, usando o equipamento do bairro, como a Associação Comercial e os demais espaços culturais, como a própria rua e os becos. Enfim, uma ação conjunta com o Município que tem a intenção de valorizar o nosso bairro. Maceió protagoniza com a Secretaria de Educação, com a secretária Ana Dayse, entregando cerca R$ 250 mil em vale livro para nossas crianças. Isso é um ganho enorme. Eles chegam a Bienal com vale de R$ 15 para realizar a sua compra.E essa talvez seja a maior das ações. Poder comprar um livro aproxima a criança da prática da leitura e é esse um dos objetivos da Bienal”, finalizou.

A reitora da Ufal, Valéria Correia, comentou sobre a parceria com a Prefeitura. “A parceria sempre existiu, mas esse ano será fundamental, porque a 9ª edição da Bienal acontecerá na parte histórica de Maceió, onde também fica a Prefeitura. Então, essa parceria e esse apoio irão além do vale livro. Essa edição marca a Universidade abraçando a sociedade alagoana e a sociedade alagoana abraçando a Universidade”, disse.

Elvira Barreto, presidente da Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal) e coordenadora da Bienal, fala do evento. “A programação vai ser distribuída nos distintos prédios históricos do Jaraguá. Teremos estandes e a feira de livros em um espaço específico, que vai ser o Espaço Armazém e vários projetos como cursos e oficinas. É reconhecer o estágio de maturidade a que chega esse evento. Convidamos a população alagoana sem muros a reconhecer esse bairro, a conhecer sua história a partir dos seus prédios”, disse.

Sobre a parceria com Prefeitura de Maceió, Elvira fala sobre o vale livro. “O Município está de parabéns. Crianças que nunca tinham comprado um livro saem felizes com suas compras e isso os aproxima do hábito da leitura. Isso é um bem imaterial”, garantiu.

Durante os dez dias de evento em novembro, mais de 250 mil pessoas são esperadas para visitar os espaços que agregam leitura, cultura, produção e divulgação do conhecimento.

Bienal do Livro Rui Palmeira

Veja Também

Comentários