GREVE

Jornalistas alagoanos fazem ato na Avenida Fernandes Lima no 7º dia de greve

Paralisação foi decidida após categoria rejeitar corte de 40% no piso salarial

POR: 7Segundos
Greve dos jornalistas alagoanos
Sindjornal

A greve dos jornalistas alagoanos chega nesta segunda-feira (1º) ao sétimo dia, sem previsão para término. A adesão ao movimento é parcial, visto que há trabalhadores mantendo suas atividades. A categoria reivindica o recuo na redução do piso salarial em 40%, proposto pelos empresários e ajuste de reposição da inflação, além do aumento real.

Hoje, os profissionais participam de um ato na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol, em Maceió, e depois seguem em caminhada para as sedes das empresas TV Gazeta e TV Pajuçara e calçadão do comércio, onde dialogam com a população. Às 10h, a presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga fará um relato da greve dos jornalistas na reunião mensal do Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional. 

De acordo com a diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Alagoas (Sindjornal), 90% dos funcionários da TV Gazeta de Alagoas (Globo), TV Pajuçara (Record) e TV Ponta Verde (SBT) aderiram a greve. No interior do estado, os colaboradores da TV Gazeta também participam da mobilização.

Galeria de Fotos


greve jornalistas

Veja Também

Comentários