resposta

Sindicato dos jornalistas irá recorrer de demissão em massa das Organizações Arnon de Mello

Profissionais foram demitidos em menos de 24 horas após decisão do TRT que beneficiou categoria

POR: 7 Segundos
Greve dos jornalistas alagoanos
Sindjornal

O Sindicato dos Jornalistas do Estado de Alagoas (Sindijornal) irá correr de atitude das Organizações Arnon de Mello que demitiram na manhã desta quinta-feira (04) profissionais que estavam em greve contra a proposta de redução salarial da categoria em 40%.

Vinte quatro horas depois da decisão a favor dos jornalistas do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a empresa do senador Fernando Collor, emitiu profissionais da televisão e do portal de notícias. O sindicato classificou como "perseguição e assédio moral" a atitude da empresa.

Leia a nota da íntegra:

NOTA DO SINDJORNAL

Primeiramente o Sindicato dos Jornalistas do Estado de Alagoas manifesta total e irrestrita solidariedade aos companheiros e companheiras que estão sofrendo, nas empresas, medidas retaliativas - demissões ou mudança de funções - que configuram perseguição e assédio moral, em decorrência de participação na justa greve - legalmente reconhecida pela Justiça do Trabalho - contra a tentativa de redução salarial por parte dos grandes grupos de comunicação do Estado.

Entendemos que tal comportamento configura ainda dano coletivo à categoria e à sociedade e prática antissindical, condutas estas que vão de encontro aos princípios constitucionais de direito de greve e organização sindical.

O Sindicato esclarece que até a publicação do Acórdão do julgamento do TRT, prevalecem os  direitos de greve dos trabalhadores, e que, desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira, ao tomar conhecimento das ocorrências de demissões no grupo OAM, está  atuando, junto aos seus advogados, com todas as providências jurídicas possíveis e adotando todas as articulações que o caso requer.

Ainda na tarde desta quinta-feira (às 15h) a diretoria do Sindjornal estará se reunindo com todos os profissionais demitidos, na sede do Sindicato, para as devidas orientações. 
Ao mesmo tempo, convoca toda a categoria para uma assembleia extraordinária, no Sindicato dos Bancários, às 19h30 desta quinta-feira, para os devidos informes e encaminhamentos necessários.
Não esqueçamos: Nossa união é nossa força. Juntos somos fortes e vamos vencer mais essa batalha.

A DIRETORIA

Alagoas Demissão greve jornalistas

Veja Também

Comentários