LEILÃO

Tribunal de Justiça arrecadou R$ 472 mil com leilão de bens

Veículos leiloados já começaram a ser retirados pelos arrematantes; novo leilão deverá ocorrer ainda este ano

POR: Assessoria TJ/AL
Galpão do Judiciário no São Jorge, de onde já estão sendo retirados veículos
Adeildo Lobo

O Judiciário de Alagoas arrecadou R$ 472 mil com o leilão de bens realizado em 19 de junho. Os veículos vendidos já começaram a ser liberados para os arrematantes. Na manhã desta segunda-feira (8), começaram a ser retirados os 11 Honda Civic leiloados.

O presidente do Tribunal de Justiça, Tutmés Airan, participou da ação e ressaltou importância não só da arrecadação do valor, que vai para o Fundo Especial de Modernização do Judiciário (Funjuris), mas da desocupação de galpões alugados para armazenar os bens.

“[O leilão] foi um sucesso absoluto, foi também um aprendizado, porque novos leilões vão vir com maior facilidade”, disse. Tutmés Airan também destacou o fato de que os arrematantes estão recebendo os carros com agilidade e não enfrentarão entraves burocráticos, como às vezes ocorre para regularização de veículos adquiridos em leilão.

“Os bens estão absolutamente desembaraçados e aí a gente cumpre com aquilo que a gente prometeu: entregar o material que a gente leiloou. É isso que estamos fazendo hoje”, frisou o desembargador.

Além dos automóveis em bom estado, foram leiloadas motocicletas, veículos para aproveitamento de peças ou para sucata, e outros objetos de menor valor, como computadores e móveis.

“Foram 11 Honda Civics que pertenciam à frota do Tribunal e cerca de 150 veículos, entre carros e motos apreendidos, que estavam aqui há muitos anos. Além disso, o mobiliário do patrimônio que estava acumulado há uns três ou quatro anos também foi todo leiloado, cerca de 4.500 itens”, detalhou o servidor Mauro Faião, integrante da Comissão Permanente de Controle de Bens do Patrimônio do Poder Judiciário (Compec).

Faião informou que há a previsão de um novo leilão ainda este ano. “A gente já tem um cronograma de avaliação dos bens. Vai incluir mobiliário do patrimônio que ainda está aqui, 15 carros que estão sendo dados baixa em burocracia junto ao Detran e carros apreendidos na Polícia Federal, algo entre 50 e 60 carros”, adiantou.

leilão TJ

Veja Também

Comentários