polícia

Dois foragidos da Operação Fruto Proibido se apresentam ao MPE

Empresas sonegavam impostos na venda de aparelhos de telefonia

POR: 7Segundos
MPE realiza operação para combater venda clandestina de Iphone
Assessoria

O Ministério Público do Estado (MP-AL) informou que no fim da manhã desta quarta-feira (10) se entregou no Gaesfos irmãos Hugo Acioly e Igor acioly. O primeiro está à frente das lojas Maceió import e True Care, envolvidas na operação "Fruto Proibido" que investigou lojas que vendiam aparelhos de telefonia móvel sem nota fiscal.

De acordo com as investigações, o Igor trabalha com o irmão, auxiliando na venda e entrega dos equipamentos. Ainda estão foragidos Daiane Martins e Amerison Souza.

As empresas envolvidas no esquema de venda clandestina de Iphones, em Maceió, sonegaram mais de R$ 10 milhões em impostos. É o que aponta a investigação do Grupo de Atuação Especial em Sonegação Fiscal e aos Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Conexos (Gaesf) do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL).

De acordo com o Gaesf, foi constado que o grupo se dividia em tarefas de aquisição irregular dos aparelhos, venda por meio do Instagram sem a devida autorização da Apple, armazenamento clandestino dos celulares, venda sem nota fiscal, liberação ilícita de mercadoria quando esta era apreendida e lavagem do dinheiro oriundo do comércio criminoso. 

entregue Foragidos Fruto Proibido MPE

Veja Também

Comentários