JULGAMENTO

Ex-namorada que encomendou morte de médico vai a júri em Maceió

Francisco Rodrigues, de 54 anos, foi morto a tiros na porta da casa da mãe

POR: 7Segundos
Sede do Tribunal de Justiça de Alagoas
Ascom TJ/AL

Vai a júri popular na tarde desta segunda-feira (15), Silvana de Oliveira Lins Macêdo, acusada de mandar matar o médico endocrinologista, Francisco Rodrigues Freire, de 54 anos, no dia 7 de junho de 2007, na porta da casa da mãe da vítima, no bairro do Prado, em Maceió. O julgamento ocorrerá no salão do Tribunal do Júri da 9ª Vara Criminal, situada no Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, no Barro Duro.

De acordo com as investigações, o crime foi praticado por dois homens que estavam em uma moto a mando de Silvana de Oliveira. Parentes do médico, afirmam que Silvana teve um relacionamento com ele que terminou em 2001. Após o término, ela entrou na Justiça para reconhecer união estável, mas não conseguiu. O julgamento será presidido pelo juiz Jonh Silas da Silva.

O promotor Marcus Vinícius Batista representará o Ministério Público Estadual (MPE/AL) e sustentará a tese de  homicídio duplamente qualificado contra o médico pelos motivos torpe e pelo recurso que dificultou a defesa da vítima. "A torpeza se deu em razão da acusada não aceitar a dissolução da relação com a vítima e, quanto a segunda qualificadora, ficou constatado pelo próprio laudo que o tiro foi a curta distância", informou o MPE/AL.

Julgamento juri justiça Médico morte

Veja Também

Comentários