investigação

Polícia Federal investiga dinheiro encontrado com militares alagoanos

Todo material está sendo analisado na sede da PF em Minas Gerais

POR: 7Segundos , Estado de Minas
Dinheiro estava dentro de malas no porta-malas do carro
PRF

O delegado Daniel Souza, da Polícia Federal de Divinópolis, em Minas Gerais, informou quais serão os próximos passos da investigação sobre o dinheiro encontrado com dois militares alagoanos na noite desta quarta-feira (17) em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O dinheiro foi contado e os celulares dos militares foram apreendidos para saber a origem da quantia de R$ 1,5 milhão. " Se ele aparecer e mostrar que é lícito, o dinheiro pode até ser devolvido. Se não apresentar comprovação, pode ser indiciado pelo crime de lavagem de dinheiro. Mas, se os dois não apresentarem para nós quem é o dono, eles respondem por lavagem de dinheiro”, detalhou o delegado.

Segundo ele, os policiais disseram que saíram de Alagoas para São Paulo de avião. Mas, como teriam que transportar dinheiro, decidiram alugar um carro para voltar ao estado de origem. “Eles não comprovaram detalhes, como quem é a pessoa que os contratou, quem encontraram em São Paulo, qual é esse imóvel”, listou o delegado.

Segundo Souza, como não havia provas de ilicitude, Marcus Aurélio Pinheiro, ex-comandante geral da Polícia Militar de Alagoas (PMAL) e o subtenente reformado, Esperon Pereira dos Santos, foram liberados, mas o dinheiro foi apreendido. 

Alagoas dinheiro militares Minas Gerais Polícia Federal policiais

Veja Também

Comentários