Comitê inicia pesquisa com moradores da região do Pinheiro

POR: Secom Maceió
Equipes integradas iniciaram inquérito com população dos bairros.
Neno Canuto/Ascom SMS

As equipes integradas compostas por profissionais da área de Vigilância em Saúde do Governo Federal, Estado e Município iniciaram na manhã desta quinta-feira (18) a pesquisa por amostragem com os moradores dos bairros do Bebedouro, Mutange e Pinheiro. O objetivo é analisar a situação de saúde nos bairros, além de descrever as condições de saúde relacionadas a agravos transmissíveis e não transmissíveis e a percepção dos moradores quanto ao risco de algum acontecimento na região.

O inquérito será realizado por meio da aplicação de um questionário a 210 famílias com o uso de tablets, que transmitirão os dados para um computador central, e depois serão analisados em um programa.

Para Fábio Mota, psicólogo e técnico da Vigilância Epidemiológica da SMS, as ações desenvolvidas em conjunto trazem benefícios à população. “Com essa ação integrada, o Ministério traz uma expertise por trabalhar em situações mais graves, e as equipes do Estado e do Município estão incorporando uma força tarefa para que tenhamos uma dimensão real do que está acontecendo com a população. Então essa integração é muito positiva e cada um traz uma colaboração muito importante”, destacou Fábio.

O questionário – quantitativo e qualitativo –  será aplicado por seis equipes, compostas por três pessoas cada, e avaliará dados socioeconômicos, perfil populacional, condições de saúde, qualidade e hábitos de vida e percepção de risco.

Laiza Granja, assessora técnica da Vigilância em Saúde da Sesau, explica que a análise, realizada por meio do inquérito, possibilitará conhecer a situação e traçar ações voltadas para a necessidade da população. “Vão ser dois tipos de questionário: um será coletivo para a família e outro será de uma pessoa sorteada da casa, com perguntas mais individuais, para identificarmos a percepção dele tanto de saúde, como da situação atual”.

A pesquisa foi solicitada pelo Comitê de Operações de Emergências em Saúde (Coes), que conta com representantes das secretarias Municipal e Estadual de Saúde, e acontece em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (MS).

Comitê moradores pesquisa Pinheiro

Veja Também

Comentários